Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Com direito a apagão no estádio, Náutico tem leve melhora mas fica no 0x0 contra Paraná

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 06/10/2020 às 22:15
Foto: RUI SANTOS/PARANÁ
Foto: RUI SANTOS/PARANÁ
Leitura:

Em um duelo morno e com uma melhora no desempenho alvirrubro, o que mais chamou a atenção no empate em 0x0 entre Náutico e Paraná foi a queda de energia que fez o jogo atrasar 59 minutos, quase estourando o prazo de uma hora (30 minutos prorrogáveis por mais 30) que consta no regulamento da competição em situações deste tipo. O problema aconteceu na região do entorno do estádio Durival de Britto e a partida foi afetada. Depois de acionar os geradores e muita paciência, a bola voltou a rolar, mas o placar se manteve inalterado.

Veja o tempo real de Paraná x Náutico

Desta forma, o Timbu encerrou a 14ª rodada na 13ª posição, com 15 pontos, na sua quarta partida seguida sem vitória na Série B. O próximo compromisso é na sexta-feira (9), contra o América-MG, em Belo Horizonte.

O JOGO

O Alvirrubro entrou para a partida com algumas surpresas, como Matheus Trindade sendo o único volante de ofício, mas com a companhia de Ruy ao seu lado, também novidade, e o atacante Dudu, que flutuou bastante pelos lados e pelo meio. Ofensivamente, o time variava entre o 4-4-2 e o 4-3-3, muitas vezes com Ruy e Jean Carlos se aproximando de Kieza. 

A partida começou com o Náutico um pouco melhor. Ambas as equipes apresentavam problemas na saída de bola, mas os donos da casa tiveram dois erros logo no começo da partida, em que o Timbu levou perigo. Dudu aproveitou falha de Fabrício, roubou a bola, levou em direção à linha de fundo e tocou para trás. Ruy finalizou de primeira e Alisson fez boa defesa. No rebote, Kieza furou o chute e a defesa cortou. Aos seis minutos, Ruy, novamente, arriscou de fora da área e a bola bateu em Kieza. O centroavante conseguiu ficar com ela e concluiu da meia-lua, mas o goleiro paranaense fez defesa tranquila.

A marcação alta na saída de bola foi bastante usada pelas duas equipes. Ambas pecaram, mas o Timbu era mais efetivo no começo da partida. Do meio para frente, as trocas de passe e de posição entre os homens ofensivos deram uma boa dinâmica à equipe. Porém, com o tempo, o Paraná conseguiu melhorar seu ajuste e teve mais posse de bola.

Aos 22, uma grande defesa de Alisson. Jean Carlos invadiu a área e cruzou rasteiro para Dudu, que invadia a área e bateu forte para o goleiro espalmar para escanteio. Léo Castro teve a primeira grande chance do Tricolor paranaense aos 34. Ele recebeu em profundidade dentro da área e bateu na saída de Jefferson. Porém, o goleiro alvirrubro foi bem na bola e espalmou para escanteio. Aos 43, outra grande chance com o centroavante do Paraná. Jean Victor cruzou da linha de fundo e Léo Castro, livre de marcação, subiu e raspou de cabeça, mas acabou mandando para fora. 

LEIA MAIS

> Náutico consegue suspensão do leilão da garagem do remo em ação do ex-volante Martinez

> Campanha cobra maior engajamento de todos na luta contra o racismo no futebol

> Podcast avalia sequência positiva de Sport e Santa Cruz e cobrança em cima do técnico do Náutico

Segundo tempo

A etapa final começou da maneira que a primeira acabou. O Paraná mantendo a posse de bola, tocando na intermediária e o Timbu esperando os contra-ataques. As duas primeiras tentativas do Tricolor vieram aos 10 e 11 minutos, com Gabriel Pires arriscando de fora da área. Em ambos os lances, Jefferson precisou espalmar e apareceu bem.

Aos 15 minutos, o jogo foi interrompido por conta da queda de energia e, com o auxílio dos geradores do estádio, a partida foi retomada com a iluminação funcionando normalmente. Com o jogo sem grandes chances, o Paraná ainda conseguiu levar perigo ao Náutico aos 35. Bruno Xavier ganhou da marcação dentro da área, girou e bateu para defesa de Jefferson.

Ouça toda a jornada esportiva do Escrete de Ouro ao vivo no YouTube da Rádio Jornal.

 

Ficha do jogo

Paraná

Alisson; Paulo Henrique, Roberto (Luan), Hurtado e Jean Victor; Jhony Douglas, Karl (Vitinho Mesquita) e Renan Bressan; Gabriel Pires (Bruno Xavier), Marcelo (Andrey) e Léo Castro. Técnico: Allan Aal.

Náutico

Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Wilian Simões; Trindade, Ruy (Djavan) e Jean Carlos (Paiva); Thiago, Dudu (Dadá Belmonte) e Kieza. Técnico: Gilson Kleina.

Local: Estádio Durival de Britto, em Curitiba. Cartões amarelos: Luan, Marcelo e Paulo Henrique (PAR); Jefferson e Paiva (NAU). Árbitro: Léo Simão Holanda (CE). Assistentes: Anderson Moreira de Farias e Jailson Albano da Silva (ambos CE).

Últimas notícias