Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Náutico consegue acordo para pagar débito com ex-goleiro Ricardo Berna

Blog do Torcedor Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 22/10/2020 às 21:39
Ricardo Berna defendeu o Alvirrubro em 2013. Foto: Simone Vilar/Náutico
Ricardo Berna defendeu o Alvirrubro em 2013. Foto: Simone Vilar/Náutico
Leitura:

Com informações do repórter Antonio Gabriel, da Rádio Jornal - O Náutico conseguiu chegar a um acordo com o ex-goleiro Ricardo Berna, que passou pelo Alvirrubro em 2013 e colocou o clube na Justiça por conta de salários atrasados. A causa, que estava em R$ 2,4 milhões, será paga pelo Timbu com base nas garantias de recebíveis. Isso quer dizer que um percentual do valor da venda de jogadores será descontado para quitar a dívida com Berna.

LEIA MAIS

>> “Não estamos aqui de sacanagem”, diz Kieza sobre cobranças mais extrapoladas ao Náutico

>> Náutico e Cruzeiro se enfrentam em situação semelhante nesta Série B

>> Náutico fica próximo de anunciar lateral-direito vindo do Goiás

>> Regularizado, Marcos Vinícius pode reestrear no Náutico diante do Cruzeiro, seu ex-clube

>> Náutico renova com zagueiro, que permanece até o fim da Série B para depois se transferir

Este formato de pagamento já foi utilizado pelo Náutico em outras oportunidades, como no caso do atacante uruguaio Olivera, que também passou pelo clube no mesmo ano que Ricardo Berna. No caso do ex-centroavante, o Alvirrubro descontou parte do pagamento nas vendas de Luiz Henrique (Moreirense-POR), Robinho (RB Bragantino) e Jobson (o Timbu tinha direito a 20% da venda do atleta do RB Brasil para o Santos).

Para o clube, a resolução com o uruguaio influenciou para que o acordo com Berna também acontecesse, já que mostrou que honrou com tal modelo de pagamento em uma oportunidade anterior. Ou seja, a venda constante de jogadores nos últimos anos tem ajudado o Náutico a não só fazer investimentos, mas também quitar débitos que vêm pesando mensalmente nos cofres alvirrubros.

Além do caso de Olivera, onde o Náutico conseguiu reduzir para um valor próximo de R$ 1 milhão, ante os R$ 1,2 milhão cobrados anteriormente, recentemente também foi quitada a dívida com o técnico Milton Cruz e o seu auxiliar, Ivan Izzo, e que girava em torno de R$ 500 mil.

Últimas notícias