Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Náutico vacila no fim e empata com Cruzeiro nos Aflitos pela Série B

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 25/10/2020 às 18:07
Náutico quer recuperar pontos perdidos em casa na última rodada, diante do Cruzeiro. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Náutico quer recuperar pontos perdidos em casa na última rodada, diante do Cruzeiro. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Como diria o ditado, quem não faz leva. Depois de seis jogos sem vencer e o triunfo diante do Oeste, o Náutico não conseguiu consolidar uma reação na Série B do Campeonato Brasileiro. O Timbu empatou por 1x1 com o Cruzeiro, neste domingo, nos Aflitos, pela 18ª rodada. Os gols foram marcados pelo atacante Vinícius, que marcou o primeiro com a camisa alvirrubra, e o também atacante Airton. Com o resultado, o clube pernambucano quase que entrou na zona de rebaixamento. Por causa do tropeço em casa do Figueirense, ficou com os mesmos 19 pontos dos catarinenses, porém, na frente devido aos saldo de gols. Assista aos gols da partida nas imagens do canal da Dazn.

O Náutico pagou caro pelo desperdício de oportunidades no ataque e falha no fim da partida no sistema de marcação. O pelotão de frente do Timbu perdeu dois lances claros com os atacantes Kieza e Erick. A defesa alvirrubra estava bem postada, mas errou na recomposição no lance do gol da Raposa.

O próximo confronto do Timbu acontece fora de casa diante do CSA. No próximo sábado, às 21h, a equipe alvirrubra encerra o primeiro turno da Segundona, e agora, sem dúvida nenhuma, briga para se distanciar do Z-4.

O JOGO

Tanto Náutico quanto Cruzeiro começaram a partida precisando e buscando a vitória. Apesar do volume inicial, o Timbu teve dificuldade para acertar o última passe e trabalhar a bola no setor ofensivo. Já a Raposa conseguiu melhores infiltrações e teve a primeira a oportunidade. Próxima da entrada da meia lua, o atacante Arthur Caike soltou o pé e o goleiro Jefferson fez grande defesa.

Cercando o gol dos donos da casa, o Cruzeiro também explorou as jogadas pelas pontas e bolas alçadas na área. Esse último quesito levou perigo com o atacante Marcelo Moreno e o zagueiro Ramon. Tendo mais posse de bola, o Náutico foi eficiente quando conseguiu completar a primeira jogada. Aos 21 minutos, meia Jean Carlos enganou a defesa mineira e deixou o atacante Vinícius avançar livre pelo lado esquerdo. Ele cortou para o meio e acertou um belo chute no canto do goleiro Fábio.

>> Confira lance a lance do empate do Náutico com o Cruzeiro nos Aflitos

Depois que o Náutico abriu o placar, a partida ficou mais equilibrada e o Cruzeiro diminuiu o ímpeto ofensivo. Até então, o time mineiro estava com menos possa de bola, no entanto, levando mais perigo. Só que os alvirrubros aproveitaram os espaços e conseguiram criar outra grande chance.

Jean Carlos do campo de defesa lançou o atacante Kieza entre os zagueiros. Ele ganhou dos marcadores, chutou, Fábio defendeu. No rebote, não conseguiu dominar. Mesmo assim, tocou na bola, e se não fosse o lateral-esquerdo Matheus Pereira para tirar quase em cima da linha, seria o segundo do Timbu no duelo.

No fim do primeiro tempo, Jean Carlos ainda obrigou Fábio a fazer uma grande defesa. Em uma falta pelo lado direito, o camisa dez do Náutico realizou uma linda cobrança e o goleiro defendeu de "mão trocada". O Cruzeiro ainda buscou o empate, mas o sistema defensivo do Timbu estava bem postado e desarmou as tentativas, principalmente em alguns espaços dados pelos lados na região central do campo.

Jorge Henrique deixou a partida no intervalo machucado. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Após o intervalo, o Cruzeiro voltou buscando logo o empate, já que precisava bastante de uma vitória. Já o Náutico, com a vantagem, ficou esperando os espaços para tentar encaixar o contra-ataque. E quase conseguiu o segundo gol. Depois de uma jogada pela direita, Ramon errou o tempo para afastar a bola de cabeça, o atacante Erick aproveitou e saiu na cara de Fábio. O prata da casa alvirrubro bateu na saída do arqueiro e o zagueiro Cacá apareceu para desviar a trajetória quase em cima da linha.

A boa chance do Timbu deixou o jogo "lá e cá". Só que tanto os mandantes quanto os visitantes erravam bastante o último passe e a conclusão das jogadas. No Náutico, Jean Carlos apareceu bastante no confronto e voltou a comandar as ações alvirrubras no pelotão de frente. Assim como Kieza, que não se escondeu do duelo e contribuiu bastante no ataque. Enquanto isso, o Cruzeiro não conseguiu trabalhar as jogadas e passou a forçar os cruzamentos.

No fim do jogo, foi tudo ou nada para a Raposa. Os pernambucanos esperam um contra-ataque, mas não conseguiram encaixar. O Timbu estava realizando uma partida muito consistente no setor defensivo, no entanto, em um vacilo pagou caro. Aos 40, mesmo com Kieza tentando atrapalhar, Fábio repôs rapidamente a bola em jogo e a Raposa avançou pelo lado esquerdo de ataque. Dentro da grande área, livre entre os vários alvirrubros, Airton desviou de cabeça para o fundo da rede.

Nos últimos minutos, o Náutico tentou desempatar o confronto, mas não teve jeito. O meia e cria da base do Timbu, Marcus Vinícius, reestreou para tentar gerar mais ânimo e o gol da vitória nos últimos minutos. Exposto, o clube alvirrubro correu risco foi de tomar a virada, no entanto, o Cruzeiro não foi eficiente. Os lances claros perdidos custaram dois pontos dentro de casa ao Timbu diante de um adversário direto na briga para fugir do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro está no Z-4 e ocupa a 18ª posição com 17 pontos.

FICHA DO JOGO - NÁUTICO 1X1 CRUZEIRO

Náutico - Jefferson; Hereda, Carlão, Camutanga e Kevyn; Rhaldney, Jhonnatan (Djavan), Jorge Henrique (Erick) e Jean Carlos (Marcus Vinícius); Vinícius (Álvaro) e Kieza. Técnico: Juninho Lola (auxiliar).

Cruzeiro - Fábio; Rafael Luiz, Ramon, Cacá e Matheus Pereira (Patrick) ; Adriano, Jadsom (Felipe Machado) e Régis (Welinton); Arthur Caíke (Airton), Marquinhos Gabriel (Sassá) e Marcelo Moreno. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Local: Aflitos, Recife-PE

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP).

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Evandro de Melo Lima (ambos de SP).

Gols: Vinícius aos 21' do 1º tempo e Airton aos 40' do 2º tempo.

Cartões amarelos: Camutanga, Rhaldney e Jorge Henrique (Náutico). Marquinhos Gabriel, Ramon, Cacá e Welinton (Cruzeiro).

Últimas notícias