Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Candidato a presidente do Sport, Nelo Campos diz que equipe jurídica está estudando decisão de adiar eleição

Davi Saboya
Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 30/11/2020 às 22:04
Nelo Campos é o candidato a presidente da chapa
Nelo Campos é o candidato a presidente da chapa "Sport na Raça". Foto: Anderson Stevens/Sport
Leitura:

Candidato a presidente do Sport, Nelo Campos afirmou em nota que o seu grupo político está estudando juridicamente a decisão tomada pelo Conselho Deliberativo de adiar a eleição presidencial. O processo eleitoral estava marcado para o dia 18 de dezembro, mês que o estatuto determina para o pleito. Porém, após votação entre os conselheiros, ficou decidido a definição do sucesso do presidente licenciado Milton Bivar vai acontecer apenas depois da Série A do Campeonato Brasileiro. No caso, o mês de março.

"Acreditamos que o ato tem vícios. Ainda atônitos, estamos vendo a melhor forma de manter a lisura do processo com a análise da nossa equipe jurídica", afirmou o ex-diretor de futebol e candidato a presidente pela chapa "Sport na Raça". "O nosso grupo, inclusive, esteve presente no clube às 8h30 da manhã desta segunda (30) para fazer o registro da chapa, no entanto, o clube se encontrava fechado, mesmo em pleno horário comercial", completou.

Em nota, Nelo Campos ainda fez questão de deixar claro que votou contra o adiamento da eleição. Ele ainda questionou o porquê de tal medida. O ex-diretor de futebol também frisou que não acredita que o processo eleitoral atrapalhe a equipe rubro-negra na disputa do Brasileirão, que acaba no dia 24 de fevereiro.

"A aceitação e, principalmente, o apoio que tenho recebido da grande nação rubro-negra, seja por redes sociais, telefonemas, mensagens e até mesmo nas ruas, colocam em mim a responsabilidade de honrar essa confiança em prol do Sport", disse Nelo.

"Não acreditamos que é culpa do processo eleitoral, por exemplo, o fato do nosso time ter perdido sete dos últimos dez jogos, além de outros dois empates e apenas uma vitória. Ainda que fosse, por sua vez, esse adiamento só contribui com mais três meses de embate político. Vai ser muito pior", acrescentou.

LEIA MAIS

> Após vazamento de áudio, presidente em exercício do Sport extingue vice-presidência de torcidas

> Após adiamento das eleições do Sport, Eduardo Carvalho afirma: “O caminho agora vai ser a justiça”

> Por ampla maioria dos votos, Conselho Deliberativo do Sport adia eleições para 2021

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Hoje a minha responsabilidade é muito maior do que era semanas atrás. Eu não posso mais pensar somente em “Nelo Campos”. A aceitação e, principalmente, o apoio que tenho recebido da grande nação rubro-negra, seja por redes sociais, telefonemas, mensagens e até mesmo nas ruas, colocam em mim a responsabilidade de honrar essa confiança em prol do Sport. Aceitei esse desafio de me candidatar à presidência do nosso clube após muitos pedidos. Pedidos esses feitos, inclusive, por muitos que hoje não estão ao meu lado, algo que foi uma surpresa para mim, mas que respeito, afinal, o respeito e a democracia são princípios que carrego comigo durante toda a vida.

Construímos um projeto que não dependia de nomes. Foram oito meses de muito trabalho ao lado de um grupo de competentes rubro-negros, sempre conversando, sempre tentando unir o Sport. Tentando uma renovação do nosso clube, essa tão desejada por todos. Essa é a essência do projeto “Sport na Raça”. O nosso grupo, inclusive, esteve presente no clube às 8h30 da manhã desta segunda (30) para fazer o registro da chapa, no entanto, o clube se encontrava fechado, mesmo em pleno horário comercial.

Estive presente na reunião extraordinária convocada pelo Conselho Deliberativo de forma repentina e votei CONTRA o adiamento das eleições. Somos solidários a qualquer movimento para apaziguar o clube, mas não acreditamos que é culpa do processo eleitoral, por exemplo, o fato do nosso time ter perdido sete dos últimos dez jogos, além de outros dois empates e apenas uma vitória. Ainda que fosse, por sua vez, esse adiamento só contribui com mais três meses de embate político. Vai ser muito pior.

Vale lembrar também que a difícil pandemia que estamos enfrentando atrapalhou a todos. Os outros dezenove clubes da Série A, os vinte da Série B e os das demais divisões também estão sendo atingidos, mas nem por isso tiveram seus processos eleitorais prejudicados. Há clubes com presidentes eleitos e com eleições marcadas para o decorrer das competições.

Em nome da chapa “Sport na Raça” e de todos que confiam no nosso trabalho, reitero que fomos contra o adiamento das eleições. Acreditamos que o ato tem vícios. Ainda atônitos, estamos vendo a melhor forma de manter a lisura do processo com a análise da nossa equipe jurídica. O dia 30/11/2020 foi o dia mais triste de toda a minha trajetória no Conselho Deliberativo. Ainda aproveito essa nota para dar voz aos questionamentos que a maioria esmagadora da torcida rubro-negra quer fazer:

I) Será que a medida tomada não foi uma tentativa de alterar, por vias transversas, as regras do processo eleitoral para permitir o registro de novas chapas por um prazo indeterminado?

II) Por que tanta pressa em fazer uma reunião justamente no último dia para o registro das chapas? Ficam aqui as nossas reflexões para um Sport mais democrático.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias