Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Neymar diz que espera voltar a jogar ao lado de Messi no próximo ano

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 03/12/2020 às 12:29
PSG ganha importante reforço de Neymar em decisão. Foto: AFP
PSG ganha importante reforço de Neymar em decisão. Foto: AFP
Leitura:

AFP - O atacante Neymar lançou uma pequena bomba nessa quarta-feira, após a vitória do Paris Saint-Germain por 3 a 1 sobre o Manchester United na Liga dos Campeões, manifestando seu desejo de jogar novamente no próximo ano com Lionel Messi, que pode deixar o Barcelona no final desta temporada.

O brasileiro jogou quatro temporadas ao lado do seis vezes vencedor da Bola de Ouro na capital catalã antes de se transferir para o PSG em 2017, em uma transação recorde de 222 milhões de euros.

"Isso é o que eu mais quero, me divertir novamente com ele dentro de campo", disse o craque ao microfone do canal de esportes americano ESPN, "quero muito jogar com ele de novo, temos que fazer isso no ano que vem".

Depois de tê-lo cedido ao PSG, o Barcelona tentou recontratar o craque brasileiro em 2019, mas não conseguiu convencer a diretoria parisiense.

LEIA MAIS

> Borussia Dortmund empata com Lazio e vai às oitavas da Liga dos Campeões

> PSG segue vivo na Champions após vencer o Manchester United

> Barcelona vence Ferencváros pela Liga dos Campeões

> Técnico do Arsenal apoia substituições temporárias em caso de pancada na cabeça

> Leipzig vence Basaksehir e pressiona no PSG na Liga dos Campeões

Mas agora em dificuldades financeiras devido à pandemia do coronavírus, o clube catalão teve que negociar um corte salarial com sua força de trabalho no valor total de 122 milhões de euros, e agora parece em uma posição delicada para tentar a sorte novamente com Neymar no 'próximo verão. Por outro lado, Lionel Messi, que terá seu contrato encerrado no final da temporada, poderá ficar inclinado a sair depois de tentar, sem sucesso, deixar o Barça no final da temporada passada.

O ex-presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, no entanto, se recusou a deixar seu astro argentino ir embora, antes de ser forçado a renunciar. Seu sucessor só será conhecido no dia 24 de janeiro, após as eleições.

O Manchester City, comandado pelo ex-técnico do Barça, Pep Guardiola, era visto como o destino mais óbvio para Messi se ele partisse no verão passado, mas o PSG pode ser uma alternativa interessante para o jogador de 33 anos.

"Pode até colocar no meu lugar, não tem problema", brincou Neymar, "me tirem".

Tendo o campeão mundial Kylian Mbappe como parceiro no ataque parisiense, Neymar ainda não conseguiu levar o clube ao seu primeiro troféu da Liga dos Campeões, apesar de uma final neste verão.

Ainda na corrida nesta temporada, o PSG luta contra o Manchester United e o RB Leipzig para se classificar pelo Grupo H, com uma última partida diante do turco Basaksehir, já eliminado, enquanto o United enfrenta o time alemão.

Últimas notícias