Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Após pressão do Brusque no final do jogo, atletas do Santa Cruz saíram satisfeitos com o empate fora de casa

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 13/12/2020 às 23:14
Brusque é o adversário do Santa Cruz na última rodada do quadrangular. Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque
Brusque é o adversário do Santa Cruz na última rodada do quadrangular. Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque
Leitura:

Um resultado melhor que a atuação. Essa foi a sensação demonstrada pelos jogadores do Santa Cruz, na saída de campo, após o empate em 0x0 diante do Brusque. Apesar de ter feito um futebol mais dominante na primeira etapa, o Tricolor não se encontrou na etapa complementar, caiu bastante de rendimento e, por pouco, não voltou para o Recife com uma derrota na estreia do quadrangular da Série C.

"Viemos com o intuito de ganhar e mostramos isso principalmente no primeiro tempo, ficamos com a bola e criamos chances de gols. No segundo tempo, eles fizeram alterações, colocaram quatro atacantes na frente e acabaram tendo um controle maior. Tivemos uma postura defensiva, soubemos sofrer em conjunto, mas a gente queria sair com um resultado melhor. Sendo que num grupo com quatro times, ao jogar fora de casa, é essencial não perder. Por isso esse ponto foi importante", avaliou Danny Morais, em entrevista à Rádio Jornal.

Leia mais:

Santa Cruz segura o empate em 0x0 diante do Brusque na estreia do quadrangular final da Série C

Salgueiro goleia Vitória da Conquista e avança às oitavas da Série D

Sport quebra jejum de cinco jogos ao vencer Coritiba

Náutico empata por 1×1 com Botafogo-SP e segue na luta contra o rebaixamento da Série B

Agora, contra o Vila Nova, no estádio do Arruda, o volante Tinga ressaltou a importância de fazer o dever de casa para não ficar para trás na sua chave. "O nosso pensamento é sempre vencer, mas temos de enaltecer o ponto conquistado porque lá na frente vai fazer muita diferença. Não convertemos em gols a chance que tivemos e, no segundo tempo, suportamos bem. É continuar trabalhando e ver o que temos de melhorar. Próximo jogo será em casa e esse fator precisa fazer a diferença", disse.

JOGO A JOGO

Como toda partida é decisiva, os atletas corais evitam fazer projeções de pontuação em busca do acesso. "A gente tem de pensar jogo a jogo. Eram seis finais e agora são cinco. Temos de fazer valer esse jogo em casa e sempre brigar muito jogando fora para conseguir pontos. O estilo da competição mudou e temos de encarar todo jogo como se fosse o último", explicou Danny Morais.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias