Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Santa Cruz segura o empate em 0x0 diante do Brusque na estreia do quadrangular final da Série C

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 13/12/2020 às 21:57
Santa Cruz precisa vencer Brusque no Arruda na última rodada. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Santa Cruz precisa vencer Brusque no Arruda na última rodada. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Leitura:

Um ponto valioso. Atuando fora de casa, o Santa Cruz estreou no quadrangular final da Série C com um empate em 0x0 contra o Brusque, neste domingo (13), no estádio Augusto Bauer. O Tricolor fez um bom primeiro tempo, com mais ações ofensivas, mas caiu de rendimento na etapa complementar e, ainda assim, conseguiu segurar o placar. O próximo compromisso da Cobra Coral será contra o Vila Nova, sábado, às 17h, no estádio do Arruda, pela segunda rodada do quadrangular final da Terceirona.

O JOGO

Mesmo jogando a mais de três mil quilômetros do Recife, o Santa Cruz começou o confronto diante do Brusque se sentindo bastante a vontade no estádio Augusto Bauer. Sem se intimidar por estar fora de casa, o Tricolor do Arruda não abandonou o seu estilo de jogo e já iniciou o confronto de forma propositiva e ficando mais com a bola.E não demoraria muito para a equipe pernambucana já levar perigo ao gol adversário. Aos 11, Pipico fez boa jogada pela esquerda e cruzou de três dedos para Toty, que chegou finalizando de carrinho, mas a bola foi na trave.

O Brusque, por sua vez, encontrava dificuldade para penetrar o sistema defensivo do Santa, só conseguindo chegar em uma boa chance aos 29, quando Thiago Alagoano individualizou pela esquerda e rolou para Rodolfo Potiguar finalizar forte de fora da área, obrigando Maycon Cleiton a espalmou para escanteio.

Nesse momento da partida, os dois times já se expunham mais e deixavam espaços para os adversários tentaram jogadas ofensivas. Aos 31, o lateral-esquerdo Ronaell cruzou bola na área, que acabou fazendo uma curva e acertou a, quase enganando Maycon Cleiton. Mas, no minuto seguinte, o Santa Cruz já respondeu com Tinga alçando bola para Pipico cabecear e Ruan Carneiro fazer boa intervenção.

Na volta para a segunda etapa, o Brusque voltou com suas linhas um pouco mais avançadas, incomodando o Santa Cruz. Com menos de 25 minutos, os donos da casa assustaram bastante o goleiro tricolor. Aos 19, Zé Mateus arriscou de muito longe, a bola ganhou altura e Maycon Cleiton voou para salvar o time coral. Aos 22, foi a vez de João Carlos descer pela direita, receber na diagonal ofensiva e soltou uma bomba, mas a bola não ganhou direção e saiu pela linha de fundo.

Com o Santa adotando uma postura mais precavida em campo, Marcelo Martelotte reforçou o sistema de marcação ao sacar Paulinho (que não está 100% fisicamente) e acionou o garoto André. E, na busca por explorar os contra-ataques, optou por colocar Leonan na vaga de Tinga. As mudanças não surtiram efeito - ao menos ofensivamente. Lá atrás, o Tricolor se segurou e mesmo levando uma bola na trave aos 52 minutos, garantiu o empate em 0x0 na estreia do quadrangular.

Ficha do jogo

BRUSQUE

Ruan Carneiro; João Carlos (Edilson), Claudinho, Everton e Ronaell (Neguete); Augusto Potiguar, Escuro (Índio) e Zé Mateus; Jefferson Renan (Marco Antônio), Garcez e Thiago Alagoano. Técnico: Jerson Testoni.

SANTA CRUZ

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Perí; Bileu, Paulinho (André) e Tinga (Leonan); Didira (Jeremias), Lourenço e Pipico. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Augusto Bauer, em Brusque (SC).

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares (RJ).

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Carlos Henrique de Lima (ambos do RJ).

Cartões amarelos: Rodolfo Potiguar, Ronaell, Escuro, Claudinho (BRU) e Perí, Danny Morais, Bileu (STA).

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias