Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

"Sou formado no Náutico e seria impossível não dar minha vida dentro de campo", diz Rafael Ribeiro

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 22/12/2020 às 11:25
Rafael Ribeiro está em alta no Náutico. Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Rafael Ribeiro está em alta no Náutico. Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

O zagueiro Rafael Ribeiro viveu momentos de altos e baixos no Náutico. No momento, sob o comando de Hélio dos Anjos, o defensor vive uma fase de crescimento, sendo uma peça importante para essa evolução do Timbu na tabela. E mesmo com a possibilidade de deixar o Alvirrubro ao fim da Série B e acertar sua ida por empréstimo para o Fluminense, Rafael Ribeiro está 100% focado em ajudar o Náutico a sair da zona de rebaixamento e, como consequência, permanecer na Segunda Divisão. Vale lembrar que o zagueiro é prata da casa do clube, o que aumenta ainda mais essa identificação com a equipe.

"Essas perguntas tenho recebido frequentemente. Sou um cara formado no Náutico e seria impossível eu não dar minha vida dentro de campo, não fazer o máximo pelo Náutico, por tudo que me proporcionou ao longo da minha carreira. E eu ficaria com um peso muito grande de sair daqui e o Náutico ter caído para a Série C. Eu me sentiria culpado pelo resto da minha vida, por tudo que o clube fez por mim. Caso eu venha sair, para o Fluminense ou para qualquer outro clube, tenho que sair pela porta da frente, de cabeça erguida, sabendo que dei meu máximo e o Náutico ficou na melhor colocação possível", pontuou.

LEIA MAIS

Náutico faz final da Copa do Nordeste Sub-20 contra Fortaleza com transmissão da Rádio Jornal

A um ponto de deixar Z4, Náutico precisa fazer o dever de casa contra Cuiabá

Paraná perde e Náutico fica a um ponto para deixar o Z4 da Série B

ZAGUEIRO COM MAIS JOGOS NA TEMPORADA

Apesar da oscilação na temporada, Rafael Ribeiro é o zagueiro que mais atuou pelo Náutico em 2020, mesmo tendo status de reserva no início da temporada. "Fico muito feliz pela oportunidade de estar jogando, de estar ajudando a equipe. Eu não vinha jogando, mas tinha consciência que a oportunidade ia aparecer e eu precisava estar pronto. Foi assim em todas as oportunidades que eu tive", afirmou. Nos últimos dois jogos, diante de Chapecoense e Sampaio Corrêa, o Timbu não tomou gols. De acordo com Rafael Ribeiro, isso se deve muito ao fator Hélio dos Anjos, que elevou o nível de confiança do time.

"O Hélio é um cara que me passa muita confiança e isso me deixa mais tranquilo dentro de campo. Graças a Deus os resultados vem acontecendo, e tenho certeza que se não estivessem acontecendo, não estaria dando tanta ênfase assim para a defesa. Não estar tomando gol assim é muito importante e pretendo evoluir mais e mais. Com cada treinador que passa aqui eu aprendo uma coisa diferente, e com o Hélio não está sendo diferente", finalizou.

Apesar de não depender só de si para deixar o Z4 nesta rodada, o Náutico igualou Paraná e Figueirense em número de pontos. Com isso, está mais perto do que nunca de deixar a zona de rebaixamento da Segundona. Ou seja, se vencer o Cuiabá nesta terça-feira, sai da 18ª posição, vai aos 35 pontos,  pula para 16º e abre três de vantagem para Figueirense e Paraná, que jogam no próximo sábado (26) e na próxima terça-feira (29), respectivamente. Ou seja, se o Timbu fizer a sua parte, pode deixar o Z4 nesta rodada.

Últimas notícias