Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

A transformação do Náutico na Série B

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 13/01/2021 às 9:27
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Mesmo com a vitória não vindo no duelo da terça passada (12) contra o América-MG, no empate por 0x0, é impressionante a transformação do Náutico no campeonato. Diante do melhor time da Série B, que foi semifinalista da Copa do Brasil, o Timbu fez um jogo de muita força. Com marcação firme. E precisava ser assim, tendo em vista que os comandados de Lisca gostam de jogar com a bola no pé.

LEIA MAIS

> Em partida truncada e de poucas chances, Náutico fica no 0x0 com o América-MG

> Hélio dos Anjos afirma que jogo contra América mostrou que “Náutico tem um time”

> Lisca fica na torcida para Náutico se livrar do rebaixamento: “Vai dar certo”

Mas nos Aflitos, o time mineiro encontrou uma dupla de zaga cada vez mais segura, com Camutanga e Rafael Ribeiro. Hoje titulares absolutos! Nem de longe lembra o Náutico que se arrastava com Gilson Kleina, levava gol todo o jogo e tinha um futuro que parecia difícil de ser revertido. Mérito gigante de Hélio dos Anjos, que mudou a atitude do time da água para o vinho. Por falar em Hélio, recuperado da covid-19, ele esteve ainda mais elétrico à beira do gramado.

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Na parte ofensiva, faltou um pouco mais de inspiração, é verdade, mesmo assim, foram duas chances claríssimas desperdiçadas pelos experientes Kieza e Jorge Henrique. O pontinho somado não fez o Náutico se desgarrar da zona de rebaixamento, mas o que aumenta a confiança dos alvirrubros é a forma como o time vem jogando, exceto na derrota em Aracaju para o Confiança. Faltam quatro jogos e hoje o Timbu segue firme para conseguir se segurar na Série B.

Últimas notícias