Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Prefeito do Rio de Janeiro afirma que medida que permite volta de torcida aos estádios será revogada

Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 13/01/2021 às 9:19
Foto: Reprodução/ Twitter @Maracana
Foto: Reprodução/ Twitter @Maracana
Leitura:

Por meio de sua conta oficial no Twitter, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que a medida publicada na manhã desta quarta-feira que autoriza o retorno do público aos estádios no estado será revogada. Segundo as secretarias de Saúde do estado e da cidade, a liberação do número de torcedores dependeria da classificação de risco da covid-19 na região. No entanto, de acordo com Eduardo Paes, isso seria quase impossível de se fiscalizar.

"A decisão de liberar os estádios com uma ocupação mínima de 1/10 está correta tecnicamente de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser fiscalizada. A medida será revogada", escreveu Eduardo Paes em sua conta oficial no Twitter.

De acordo com as regras publicadas na manhã desta quarta-feira, a volta do público aos estádios no Rio de Janeiro funcionaria com restrições. Seria desta forma:

  • Se a região onde fica o estádio estiver com risco moderado com relação a contaminação da covid-19, as arquibancadas receberiam 20% do público e os torcedores ficariam dois metros distantes um do outro.
  • No entanto, se o risco estiver alto, apenas 10% dos torcedores poderiam ir para os estádios, além da distância de um para outro passar a ser de três metros.
  • Caso a região esteja em um risco muito alto, aí os jogos acontecem sem público.

Nas redes sociais, a decisão em liberar a volta aos estádios foi bastante criticada, uma vez que o Rio de Janeiro teve alta de casos de covid-19 na última semana. Também vale lembrar que a autorização não significa retorno imediato de torcedores aos estádios, pois é necessário o aval da CBF para que isso aconteça na Série A e a entidade máxima do futebol brasileiro já havia sinalizado algumas vezes que a volta de público só iria acontecer com um consenso entre os times da Primeira Divisão ou, então, que todos os estádios do país tenham autorização dos órgão de saúde para realizarem jogos com torcida.

Últimas notícias