Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Satisfeito após goleada sobre o Oeste, Hélio dos Anjos prega manutenção de espírito decisivo no Náutico

Carolina Fonsêca Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 20/01/2021 às 23:11
Hélio está no Náutico há cerca de sete meses. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Hélio dos Anjos volta ao Náutico após um mês fora do Timbu - FOTO: Hélio está no Náutico há cerca de sete meses. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Náutico fez o dever de casa e venceu o já rebaixado Oeste por 4 a 1, na noite desta quarta-feira (20), nos Aflitos, pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A atuação da equipe alvirrubra deixou o técnico Hélio dos Anjos satisfeito, mas mesmo assim o comandante não quer deixar o clima de decisão se afastar do grupo já que ainda faltam dois jogos para o fim da competição. "Eu acho que a performance geral da equipe foi uma performance de jogo decisivo. É tudo ou nada e nós temos que entrar em campo para vencer o adversário e foi assim que eles se comportaram", disse.

LEIA MAIS

>> Dominante, Náutico goleia Oeste-SP e se aproxima da permanência na Série B

>> Jean Carlos ressalta luta do Náutico contra o Z4 mesmo após adversidades

>> Ouça os gols da vitória do Náutico na voz de Aroldo Costa nas ondas da Rádio Jornal

A vitória alvirrubra foi construída com gols de Kieza, Jean Carlos, Erick e Hereda. E a postura em campo foi elogiada pelo treinador. "Gostei muito da forma como a equipe entrou para jogar. Sabia que era um jogo onde praticamente tínhamos a obrigação de ganhar, em função das circunstâncias e nós programamos um jogo muito forte pelo lado direito de campo, em função do que nós tínhamos observado e daquilo tudo que nós vimos desse setor da equipe do Oeste", avaliou Hélio após a partida.

Recuperado da covid-19, o lateral-direito Hereda foi um dos nomes destacados pelo técnico, juntamente com o atacante Erick. "A volta de Hereda foi decisiva, ele foi um jogador decisivo nos momentos iniciais, juntamente com o Erick, mas a profundidade de jogo de Hereda e a qualidade de jogo do Erick fez com que a nossa equipe facilitasse um pouco a nossa vida dentro daquele setor, uma força muito grande. Independente disso, nós tivemos um time talhado para o momento, para a decisão. Todo mundo ligado, todo mundo pronto para decidir e foi isso que nós fizemos", disse.

Analisando também a situação do Náutico desde a sua chegada, Hélio fez as contas e comemorou. "Acho que nós chegamos nessa condição hoje, de estar três pontos na frente (do Figueirense, primeiro na zona de rebaixamento, com 39 pontos), de ter recuperado praticamente 11 pontos, porque quando chegamos aqui nós estávamos oito atrás, em relação ao rebaixamento, e hoje nós estamos três à frente. Acho que foi construído com algumas ótimas atuações. Achei o jogo do Cuiabá e do Guarani os dois mais positivos nossos, até mesmo pelo ímpeto, pela qualidade dos adversários. Acho que nós tivemos um comportamento muito bom nessas duas partidas", lembrou.

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Últimas notícias