Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Por conta das eleições, Chiquinho evita cravar permanência no Santa Cruz, mas afirma: "A vontade é ficar"

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 28/01/2021 às 10:39
Chiquinho foi o grande destaque do Santa Cruz na temporada. Foto: Rafael Melo/ Santa Cruz
Chiquinho foi o grande destaque do Santa Cruz na temporada. Foto: Rafael Melo/ Santa Cruz
Leitura:

Destaque do Santa Cruz, o meia Chiquinho deseja permanecer no clube. Ele tem contrato inicialmente até o fim de janeiro, mas deve renovar ao menos até o dia 3 de fevereiro, um dia depois do duelo decisivo contra o Itabaiana pela pré-Copa do Nordeste. Com oito gols marcados na Série C, Chiquinho foi o artilheiro coral na competição e também a peça mais decisiva do time, o que fez ele virar o xodó da torcida coral. Mesmo com o desejo de permanecer no Arruda, o meia evita cravar que fica, tendo em vista que as renovações para a temporada 2021 devem ser feitas após o dia 10 de fevereiro, data prevista para a realização das eleições.

"Já expressei minha vontade de ficar, mas não depende só de mim. Sabemos que tem uma eleição no dia 10 de fevereiro, espero que dê tudo certo. A vontade é ficar, mas não depende só de mim. Quando eu vim para cá cheguei no meio do campeonato (início de 2020), tive pouco tempo para treinar, e aí vieram algumas lesões. Aí tive sequência, mas depois tive uma lesão na panturrilha que me complicou bastante. Depois dessa lesão na panturrilha, eu, comissão e preparador físico conversamos, tivemos tempo para treinar e graças a Deus tive a oportunidade de fazer bons jogos, gols e ajudar a equipe do Santa Cruz", afirmou ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal.

LEIA MAIS

Martelotte demonstra confiança em Victor Rangel e declara apoio ao jogador

Executivo do Santa Cruz despista sobre saída de Maycon Cleiton e diz que ausência foi opção técnica

Se o Santa Cruz chegou vivo na última rodada do quadrangular do acesso, Chiquinho foi peça fundamental para isso acontecer. Porém, com o não acesso à Série B, fica a frustração, embora a temporada tenha sido boa no aspecto individual para o jogador. "Agradecer a Deus pela temporada que fiz no Santa Cruz. Também agradecer a confiança da diretoria e dos treinadores, agradecer a motivação e respeito da torcida com o meu profissionalismo. Chateado por não conseguir o acesso, trocaria todos os meus gols pelo acesso do Santa Cruz para a Série B", explicou o meia coral.

Aos 31 anos, o meia Chiquinho, que já passou por Flamengo, Vitória, Atlético Mineiro, Santos, Fluminense e outros clubes do Brasil, agradeceu a oportunidade que teve em vestir a camisa do Santa Cruz, talvez sendo o jogador de maior destaque do Tricolor na temporada 2020 "Só tenho que agradecer a oportunidade de vestir a camisa do Santa Cruz, sabemos do peso que é a camisa do Santa Cruz. Triste por não conseguir o acesso para esse clube e torcida maravilhosa, mas satisfeito pela temporada que fiz. Espero que eu possa continuar aqui no clube, mas não depende só de mim. Quero tudo de bom para o Santa Cruz, que possa conquistar o acesso, e que essa torcida volte aos estádios para encher o Arruda", afirmou.

O Santa Cruz volta a campo na próxima terça-feira (2), diante do Itabaiana, no estádio do Arruda, às 21h30. Qualquer empate dá pênaltis e, claro, quem vencer o jogo está na fase de grupos da Copa do Nordeste 2021. Vale lembrar que, assim como o primeiro jogo, a partida de volta também terá transmissão da TV Jornal.

Últimas notícias