Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Presidente em exercício revela passivo milionário pago pelo Sport em 2020

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 28/01/2021 às 7:09
DIVULGAÇÃO/SPORT
Milton Bivar (D) e Carlos Frederico (E) renunciaram aos cargos de presidente e e vice do Sport no começo desta temporada - FOTO: DIVULGAÇÃO/SPORT
Leitura:

O Sport não conta apenas com os problemas dentro de campo para conseguir a permanência no Brasileirão na reta final desta temporada. Enquanto o time do técnico Jair Ventura busca a pontuação necessária para fugir do rebaixamento, a direção rubro-negra continua administrando o enorme passivo que todos os dias "bate na porta" cobrando o pagamento. Desta vez, nessa quarta-feira, a Justiça do Trabalho condenou o Leão a pagar pouco mais de R$ 902 mil ao atacante Diego Souza. Apesar da nova dívida, o presidente em exercício Carlos Frederico procurou olhar de maneira positiva para a gestão da enorme dívida do clube e revelou que mesmo com todas as dificuldades financeiras, ainda mais por causa da pandemia, foi possível reduzir grande parte da quantia devedora.

LEIA MAIS

> Martelo batido: Presidente do Sport confirma data das eleições

> Justiça condena Sport a pagar R$ 902 mil a Diego Souza; presidente diz que caso já está no Jurídico do clube

> Série A: Vasco empata com o Palmeiras e ultrapassa o Sport

"O caso de Diego (Souza) está a 14ª Vara, mas na 12ª vamos fechar a temporada com um recolhimento de quase 10 milhões de reais. Coisa que na gestão passada existia uma expectativa de pagar em torno de 250 mil reais, coisa que não foi feita", afirmou Carlos Frederico, em entrevista à Rádio Jornal.

"Quando o juiz da 12ª Vara me vê, ele diz que não olha para Carlos Frederico, ou antes Milton Bivar, e, sim, a instituição. Nos anos de 2017, 2018, o Sport não recolheu nada. Mas nada disso abalou a minha confiança de que vamos fechar a temporada de maneira positiva", completou.

Outras dívidas recentes também estouraram na Justiça. Entre elas, a maior de todas é a cobrada pelo volante Rithely, que conseguiu a rescisão indireta em agosto do ano passado e cobra mais de R$ 20 milhões em pagamentos atrasados. Situação semelhante, só que com quantia menor, é com o meia argentino Jonatan Gomez. Neste mês, o "gringo" deixou o clube, entrou com uma ação judicial, rescindiu o contrato e fechou com o Argentino Juniors, que vai disputar a Libertadores.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias