Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Com caso de covid-19 na família, Givanildo Oliveira opta por não assumir o América-RJ

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 02/02/2021 às 14:45
Givanildo Oliveira estava prestes a começar a primeira experiência no futebol carioca, mas teve que adiar o convite devido a um caso de covid-19 na família. Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Givanildo Oliveira estava prestes a começar a primeira experiência no futebol carioca, mas teve que adiar o convite devido a um caso de covid-19 na família. Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Conhecido como "Rei do Acesso", Givanildo Oliveira não será mais o técnico do América-RJ. De acordo com uma nota divulgada pelo clube no início da tarde desta terça-feira, um familiar muito próximo do treinador testou positivo para a covid-19. Por isso, ele comunicou ao clube que não poderia seguir viagem para o Rio de Janeiro e, consequentemente, assumir o comando do Mecão. Aos 72 anos, o pernambucano se enquadra no grupo de risco do novo coronavírus.

"Na manhã desta 3ª feira fomos surpreendidos pelo telefonema do Treinador Givanildo Oliveira, informando que não poderia embarcar para o Rio de Janeiro por causa de caso de Covid em sua família, que teria sido confirmado de madrugada", diz o presidente do América-RJ, Sidney Seixas de Santana, no início da nota.

Anunciado como novo comandante do América-RJ no último domingo, Givanildo Oliveira estava empolgado para voltar ao futebol depois de um ano e oito meses sem clube. Seria a primeira vez que o pernambucano iria comandar uma equipe do Rio de Janeiro. Em meio à uma situação que não pôde controlar, o técnico pediu desculpas aos torcedores por não assumir o compromisso que havia firmado em tentar colocar o clube na fase principal do Campeonato Carioca.

"Na minha carreira toda, é a primeira vez que acontece isso comigo. Tivemos esse problema com uma pessoa muito próxima a mim e eu não tinha como viajar. Estava muito animado em dirigir este grande clube, seria a primeira vez no Rio de Janeiro. Peço desculpas ao torcedor por não conseguir estar nessa caminhada junto ao time, mas infelizmente foi algo que não tive como controlar", esclareceu.

LEIA MAIS:

>> Rei do acesso: América-RJ aposta em Givanildo Oliveira para buscar classificação quase impossível no Carioca

>> ‘Rei do acesso’, Givanildo Oliveira ganha título de cidadão recifense

>> Givanildo Oliveira relembra conquista da Copa do Nordeste de 1994 pelo Sport

Inicialmente, Givanildo havia acertado com a direção para comandar o América-RJ nos cinco jogos restantes da fase preliminar do Campeonato Carioca e, em caso de classificação, também na principal, marcada para iniciar no dia 28 de fevereiro. O Mecão é o quinto na seletiva do Carioca, com seis pontos em cinco jogos. O próximo compromisso do time é nesta quarta-feira, às 15h30, contra o Sampaio Corrêa, no Lourivaldão. O confronto marcaria a estreia do "Rei do Acesso" à frente do clube.

Últimas notícias