Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Apresentado no Náutico, Ari Barros destaca trabalho em equipe e satisfação em acesso para a Série A

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 09/02/2021 às 19:56
Ari Barros foi jogador do Náutico no início de sua carreira. Foto: Caio Marques/Clube Náutico Capibaribe
Ari Barros foi jogador do Náutico no início de sua carreira. Foto: Caio Marques/Clube Náutico Capibaribe
Leitura:

Contratado na semana passada, o novo executivo de futebol do Náutico, Ari Barros, foi anunciado oficialmente na tarde desta terça-feira (9). Ele estava no Juventude e também teve passagens pelo Treze e pelo Remo. Em sua primeira entrevista no novo cargo, Ari detalhou um pouco do que está sendo planejado para a temporada de 2021 no Timbu e relembrou sua passagem pelo clube como jogador, quando tinha apenas 17 anos.

LEIA MAIS

>> Hélio dos Anjos afirma que quer mais força e intensidade no elenco do Náutico

>> “Se surgir negócio, abro mão”, afirma técnico do Náutico sobre Salatiel

Ari Barros chegou demonstrando que está na mesma página que o técnico Hélio dos Anjos, o vice-presidente Diógenes Braga e a diretoria de futebol do clube. Citando o diálogo e o trabalho em grupo, reforçou que as decisões sobre contratações serão tomadas em conjunto. O Timbu pretende contratar seis atletas para completar o elenco e apesar de alguns nomes estarem encaminhados, ele não revelou quem pode estar chegando aos Aflitos.

LEIA MAIS

>> Diógenes Braga conta detalhes de 2020 com o Náutico: “Foi realmente bem duro”

>> Hélio mostra confiança na permanência de Anderson no Náutico e exalta reserva Jefferson

"Os reforços estão sendo bem analisados. São atletas que tem que ser contratados cirurgicamente até porque temos poucas contratações e as poucas contratações que vão ser direcionadas para a nossa instituição serão bem pensadas, nós vamos tomar essa decisão em conjunto com comissão técnica e diretoria, para que o erro seja amenizado e a gente possa ser assertivo nos nomes que a gente venha a disponibilizar para o professor Hélio. Tenho certeza que essas seis posições estão sendo bem estudadas, bem analisadas para que venham a se juntar a esse grupo de atletas que aqui terminaram essa temporada. Para ter um ano vitorioso nós necessitamos de atletas com perfil de muita intensidade, com fome de vencer não só na instituição, mas também na sua carreira", disse.

Sobre o trabalho em grupo, o executivo de futebol destacou que gosta de "trabalhar com o plural". "Não trabalho sozinho, não venço sozinho como não perco sozinho também. Nós vencemos, nós ganhamos, da mesma forma que, se chegar a perder, nós perdemos", disse.

Natural de Campina Grande, na Paraíba, Ari Barros, quando jogador, chegou a atuar pelo Timbu. Tinha apenas 17 anos e era zagueiro. Dessa época, afirmou guardar muito carinho pelo Náutico e um grande desejo de retornar ao clube. "Tive a honra de poder jogar e vestir essa camisa que tem tanta história e tradição. Me identifico demais com esse clube e eu tenho certeza que a minha alegria e vontade de vencer, de conquistar aqui o que eu conquistei há poucos dias (o acesso à Série A com o Juventude). Até conversei com Diógenes, quando ele me ligou para me contratar, conversei com o próprio presidente Edno e esse desejo, esse gosto de vencer e conquistar o acesso é muito especial", afirmou. "O torcedor pode ter certeza de que vai ter um diretor executivo aqui para trabalhar. Vou ter hora para chegar, mas não vou ter hora para sair para que todos nós juntos possamos conquistar esse tão sonhado acesso e o título no estadual, que nós vamos brigar com tudo para também iniciar o ano com grandes conquistas", completou.

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Últimas notícias