Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Gramado da Arena de Pernambuco passa por revitalização para receber Brasil x Argentina pelas eliminatórias da Copa

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 09/02/2021 às 17:27
Foto: CHICO ANDRADE/SETUR PE
Foto: CHICO ANDRADE/SETUR PE
Leitura:

A Arena de Pernambuco receberá um dos maiores clássicos do futebol mundial no próximo dia 30 de março. Brasil e Argentina se enfrentam pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 e o gramado do estádio, palco do jogo já está sendo preparado, recebendo cuidados especiais para este dia histórico. Todos os procedimentos mais importantes foram realizados até o fim de janeiro, restando os meses de fevereiro e março para a manutenção rotineira e reparos adicionais até o dia do jogo.

O trabalho começou ainda em 2020, quando foi realizado o rebaixamento de toda a grama. Em seguida, outros serviços foram realizados, como a descompactação mecânica do solo; aeração mecânica com puas vazadas (para a retirada do material argiloso) e os controles fitossanitário e seletivo. Essas duas últimas etapas são importantes para a prevenção de doenças e pragas na área.

Além desses cuidados, foi utilizada a técnica de top dressing, fundamental para a distribuição de insumos como areia, adubo e calcário em toda a extensão do gramado. Por meio dela, é possível levar nutrientes para as raízes da grama, auxiliando no fortalecimento da cobertura vegetal e na penetrabilidade da água.

“Para sediar um confronto da dimensão de Brasil x Argentina, com estrelas do quilate de Neymar, Messi e tantos outros, nosso palco estará ainda melhor, de acordo com o nível de excelência que esses craques estão acostumados. O trabalho tem sido diário para aprimorar esse tapete, já considerado um dos melhores do País há anos”, disse o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Ao final dos procedimentos técnicos realizados pela equipe da empresa licitada, o “tapete” da Arena de Pernambuco ficou em repouso durante dez dias. Na sequência, foram realizados serviços de adubação mineral e foliar, corte helicoidal e um novo controle fitossanitário.

Últimas notícias