Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Direção do Sport afirma que pagou mais de R$ 40 milhões em dívidas

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 23/02/2021 às 18:43
Milton Bivar pediu afastamento do cargo de presidente no último mês de novembro. Foto: Diego/Acervo JC Imagem
Milton Bivar pediu afastamento do cargo de presidente no último mês de novembro. Foto: Diego/Acervo JC Imagem
Leitura:

Nas vésperas da eleição, no dia 5 de março, a atual gestão do Sport divulgou no site oficial uma prestação de contas do passivo administrado nos últimos dois anos. Segundo a direção, mais de R$ 40 milhões foi pago em dívidas entre 2019 e 2020. Esse valor, de acordo com nota oficial divulgada, é referente a R$ 18 milhões de antecipações de cotas de TV, R$ 9 milhões retidos pela 12ª Vara da Justiça do Trabalho, R$ 11 milhões em parcelamentos e acordos diretos com ex-atletas, R$ 2 milhões de folhas salariais atrasadas de 2018 e R$ 300 mil de contas de energias atrasadas de 2018.

"Quando se iniciou um dos anos mais difíceis da história do Sport Club do Recife, o prognóstico era que o Clube tivesse ainda mais dificuldades, uma vez que a crise econômica que assolou o país estaria sendo ainda mais cruel com o Leão, que em 2018 fechou o ano com mais de R$ 200 milhões em dívidas, três contas de energia atrasadas e cinco folhas em atraso (administrativo e futebol)", informou o clube.

"Além disso, o Sport corria o risco de perder na justiça todos os atletas (base e profissional) que possuíamos vínculo. No entanto, os resultados foram outros, não apenas dentro de campo, como também fora dele", completou.

LEIA MAIS

> Jair Ventura recebe bilhete de torcedor na entrega do lanche agradecendo permanência do Sport na Série A

> Candidatos à presidência do Sport, Delmiro Gouveia e Nelo Campos ‘trocam farpas’ na Rádio Jornal

> Jair Ventura: grande responsável pela manutenção do Sport na Série A

> Saiba o tempo de contrato de cada jogador do atual elenco do Sport

Um dos pontos mais importantes foi o esclarecimento da dívida de cerca de R$ 6 milhões com o Sporting, de Portugal, em relação ao não pagamento da compra do atacante André em 2017. Segundo a diretoria leonina, esse débito deve ser pago após a Série A e parte está à disposição da CBF.

"Em gestões anteriores, o Sport adiantou as cotas de televisão que deveriam ser pagas nos anos de 2019 e 2020, esses adiantamentos chegaram ao montante de R$18 milhões, e deveriam ser pagos em duas parcelas de R$9 milhões cada, a primeira em 2019 e a segunda em 2020", disse o Leão.

"O acordo feito pela gestão atual do Leão conseguiu parcelar a dívida de forma diferente, tendo sido pagos R$2 milhões na série B de 2019, e o saldo de R$16 milhões durante a Séria A de 2020, valores que agora estão integralmente pagos, assim como nenhum valor foi adiantado junto à emissora detentora dos direitos de transmissão", acrescentou a diretoria rubro-negra.

A gestão do Sport ainda revelou que conseguiu criar um "caixa" na Justiça de Trabalho para o pagamento de futuras dívidas. Ainda foi lembrado a quitação de dívidas com Mark Gonzalez, Diego Felipe, Rogério, Jair, Lenis e Matheus Gonçalves. Como também o pagamento em andamento de acordos com Durval, Deivid, Agenor e Magrão. Isso contando a dívida paga ao Atlético-MG sobre André e com um dos empresários de Rithely.

Outro detalhe destacado é que o Leão está perto de fechar um grande acordo com o Governo Federal sobre os débitos. O que deve ser em torno de R$ 90 milhões.

"Significa dizer que além de sanar uma série de débitos de gestões passadas, a atual gestão conseguiu a proeza de angariar um fundo para futuros acordos ou processos de cerca R$ 9 milhões. Tudo fruto de muito trabalho, competência e “pé no chão” ao gastar menos do que arrecada, fazendo com que o que sobra seja utilizado para amortizar as dívidas", escreveu o Sport, em nota oficial.

Últimas notícias