Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Liga dos Campeões: City bate Mönchengladbach e Real vence Atalanta

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 25/02/2021 às 5:07
City está próximo de conquistar mais um título da Premier League. Foto: AFP
City está próximo de conquistar mais um título da Premier League. Foto: AFP
Leitura:

AFP - O Manchester City venceu o alemão Borussia Mönchengladbach por 2 a 0, nessa quarta-feira, na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, disputada em Budapeste, na Hungria.

A vitória da equipe inglesa foi construída graças aos gols do português Bernardo Silva (29) e o brasileiro Gabriel Jesus (65).

O duelo foi disputado na capital húngara, e não estádio Borussia Park em Mönchengladbach, devido às restrições de entrada na Alemanha de pessoas vindas do Reino Unido por conta da pandemia covid-19.

Na semana passada, Budapeste havia sediado o confronto entre Liverpool e RB Leipzig (2-0), também pelo torneio continental, pelo mesmo motivo.

City e Borussia Mönchengladbach voltam a se encontrar por vaga nas quartas de final no dia 16 de março, na Inglaterra.

LEIA MAIS

> Técnico do Barcelona segue confiante e afirma que “não vai jogar a toalha”

> Catar e Austrália não participarão da Copa América

> Liga dos Campeões: Chelsea bate Atlético de Madrid e Bayern aplica goleada na Lazio

VITÓRIA

A equipe inglesa não teve muito trabalho  para engatar a 19ª vitória seguida na temporada, além de manter uma invencibilidade de 12 jogos fora de casa em todas as competições.

No Puskás Arena, depois de ameaçar o gol adversário em três tentativas, o City finalmente abriu o placar quando o lateral direito português João Cancelo, em tarde inspirada, foi à linha de fundo e cruzou na medida para o compatriota Bernardo Silva subir mais que a marcação e completar de cabeça (29).

Dez minutos depois, Cancelo quase marcou um golaço. Após tabela com Gabriel Jesus, o lateral tocou por entre as pernas de um adversário e chutou forte da entrada da área, mas a bola acabou passando por cima o travessão.

A etapa complementar seguiu o mesmo roteiro que o primeiro tempo, com o time da Inglaterra ditando o ritmo do jogo e tendo mais posse de bola.

Depois de perder uma oportunidade clara aos 53, ao demorar para concluir quando estava livre, Gabriel Jesus fez o dele. O atacante Sterling avançou pela esquerda e em seguida tocou para Cancelo que cruzou na área encontrando Bernardo Silva. O português ajeitou de cabeça para o brasileiro, que se esticou todo para empurrar para o gol (65).

No final do encontro ainda deu tempo para uma grande defesa do goleiro Ederson. Após um recuo errado do volante Rodri, o meia Wolf pegou a bola e avançou, batendo firme na sequência, obrigando o brasileiro a fazer uma grande defesa e garantir o 2 a 0 fora de casa.

Agora, o Manchester City pode perder por até um gol de diferença que avança às quartas da Liga dos Campeões. Em caso de vitória por 2 a 0 do Borussia Mönchengladbach, a classificação será definida na prorrogação e, em caso de manutenção do resultado, nos pênaltis.

REAL MADRID X ATALANTA

O Real Madrid ficou mais perto das quartas de final da Liga dos Campeões ao vencer a Atalanta por 1 a 0 como visitante nessa quarta-feira, com um gol na reta final, no jogo de ida das oitavas de final do torneio continental.

"Não fizemos um grande jogo esta noite, mas o mais importante é o resultado. O gol foi importante para nós", disse o técnico Zinedine Zidane na coletiva de imprensa após o jogo em Bérgamo.

Um gol do francês Ferland Mendy (86) deu a vitória ao time madrilenho, que desde cedo jogou com um homem a mais após um cartão vermelho direto para Remo Freuler, que cometeu uma falta dura no próprio Mendy (17).

A expulsão do suíço da Atalanta mudou o rumo de uma partida que havia começado com a equipe italiana intensa, pressionando e tentando acelerar o ritmo do jogo.

Com um a menos, a Atalanta buscou mais controle mas quem teve a posse de bola foi o Real Madrid que se beneficiou ainda mais com a saída do atacante colombiano Duván Zapata devido a uma lesão (29).

Zapata e seu compatriota Luis Muriel tinham sido até então os dois jogadores mais perigosos da equipe italiana.

À beira do intervalo surgiram algumas das melhores oportunidades do primeiro tempo para o time madrilenho, com um chute de longe de Luka Modric (38) e uma cabeçada de Marco Asensio no meio do gol (40).

Nos acréscimos, Casemiro finalizou à queima-roupa, mas a bola foi defendida por Gollini (45 + 1), que salvou seu time em várias tentativas da equipe merengue.

O ataque do Real Madrid sentiu nesta quarta-feira a falta de seu artilheiro Karim Benzema, lesionado.

Sem o atacante francês, Zinedine Zidane colocou Mariano Díaz no segundo tempo no lugar do brasileiro Vinícius Jr. (57) tentando dar mais pegada nas jogadas ofensivas.

MENDY MARCA NO FIM

Apesar de ter o domínio da partida, o time da capital espanhola teve dificuldade para encontrar o gol diante da Atalanta, que acabou formando uma barreira tentando sair nos contra-ataques rápidos.

O Real Madrid, com Isco como catalisador, movimentou a bola de um lado para o outro do campo, mas sofria para encontrar as brechas no emaranhado defensivo armado pela equipe local.

O time merengue esteve perto de abri o placar com um chute de Luka Modric, que desviou em um defensor e foi para fora, raspando a trave (47).

A equipe madrilenha continuou mantendo o controle do jogo, mas se desesperava na medida em que não achava o gol da vitória.

Quando parecia que o jogo terminaria empatado, Mendy dominou uma bola na frente para disparar um chute e mandar a bola no fundo das redes da Atalanta (86).

Os italianos partiram para cima no desespero nos últimos minutos da partida, mas o placar não se mexeu mais.

"No momento em que marquei fiquei muito contente, não sabia nem como comemorar, já que era meu primeiro gol na Liga dos Campeões. O melhor é que ganhamos, mas ter marcado um gol é algo a mais para mim", disse Mendy à rede RMC Sports após a partida.

O jogador admitiu que "às vezes nos faltaram ideias, mas eles jogaram com um bloco defensivo e foi difícil encontrar espaços".

"Sinceramente, acho que se tivéssemos jogado onze contra onze, eles teriam jogado de forma diferente", disse Mendy.

Sobre a expulsão de Freuler, o capitão da Atalanta, o ítalo-brasileiro Rafael Toloi se mostrou contrariado: "Lutamos até o fim, mas para mim o lance não era para cartão vermelho", disse Toloi ao canal Sky Itália. Segundo ele "havia um defensor na cobertura e a bola não ia para o gol".

Últimas notícias