Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

FPF reprova gramado do Gigante do Agreste e jogo entre Sete de Setembro x Náutico deve ser em Caruaru

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 01/03/2021 às 14:48
Casa do Sete de Setembro, o estádio Gigante do Agreste fica localizado em Garanhuns. Foto: Reprodução/Google Maps
Casa do Sete de Setembro, o estádio Gigante do Agreste fica localizado em Garanhuns. Foto: Reprodução/Google Maps
Leitura:

A partida entre Sete de Setembro x Náutico, marcada para o próximo domingo (7), no Campeonato Pernambucano, não vai acontecer no estádio Gigante do Agreste, em Garanhuns, como estava previsto. Isso porque a praça esportiva onde o time alviverde manda seus jogos foi reprovada pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Em vistoria realizada na manhã desta segunda-feira (1º), uma equipe da entidade esteve no local da partida e não aprovou o gramado devido às suas irregularidades. Além disso, o estádio também apresenta falhas no sistema de iluminação. A partida deve ser transferida para Caruaru. O campo, no entanto, será confirmado até o final da tarde.

"O Sete de Setembro informa que recebeu, na manhã desta segunda (01), uma equipe da Federação Pernambucana de Futebol para vistoriar o gramado do Estádio Gigante do Agreste. O gramado não foi aprovado e, por isto, a partida contra o Náutico, no próximo domingo (7), será realizada em Caruaru, em estádio a ser definido. O clube continuará empenhado para que as próximas partidas com mando de campo do Guará possam ser realizadas em Garanhuns", confirmou o Sete de Setembro.

LEIA MAIS:

> Depois de goleada sobre o Central, Hélio dos Anjos diz que ficou satisfeito com postura do Náutico

> Pouco criativo, Santa Cruz estreia na Copa do Nordeste com derrota para o Vitória

> Vera Cruz e Sete de Setembro sobem para a elite do futebol pernambucano

De volta à elite do futebol pernambucano depois de 11 anos, o alviverde não terá a possibilidade de jogar na sua cidade natal, ao menos nessa segunda rodada, ou enquanto não resolver às pendências no Gigante do Agreste, que tem capacidade para receber cerca de 10 mil pessoas, mas convive com problemas estruturais nos últimos anos. O presidente do Clube, Juscelino Soares, se pronunciou por meio de nota e tomou para si a responsabilidade em relação ao gramado do estádio, que resultou no laudo negativo da FPF.

"Eu, Juscelino Soares, como presidente do Executivo do Sete de Setembro, venho a público assumir a responsabilidade pela reprovação do gramado do Gigante do Agreste. Mesmo com todo esforço, não foi possível aprovar nosso campo, mas seguiremos em frente em busca dos nossos objetivos", disse.

Como a FPF indicou que o duelo será realizado na cidade de Caruaru, também no Agreste de Pernambuco, a tendência é que o jogo aconteça no Lacerdão ou no estádio Antônio Inácio de Souza. Na partida de estreia, o Sete de Setembro foi derrotado pelo Retrô por 3 a 2 na Arena de Pernambuco. Com o resultado, a equipe de Garanhuns se encontra na sexta colocação. Já o Náutico goleou o Central por 5 a 0 nos Aflitos e assumiu a liderança do certame devido ao saldo de gols.

 

Últimas notícias