Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Transparência: Santa Cruz abre contas, detalha folha salarial e promete premiações por metas alcançadas

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 10/03/2021 às 11:55
Santa Cruz vive momento de turbulência Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Santa Cruz vive momento de turbulência Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

A transparência era algo que o torcedor do Santa Cruz vinha pedindo e também representava uma das bandeiras da campanha do presidente Joaquim Bezerra. E o mandatário cumpriu esta promessa, abriu as contas do clube e deu detalhes financeiros do Tricolor. Durante a primeira reunião do Conselho Deliberativo, que teve transmissão no Youtube da TV Coral, o mandatário do Santa Cruz apresentou detalhes sobre a atual folha salarial, passivo, adiantamentos feitos pela gestão passada e também promessas caso o Tricolor conquiste os objetivos traçados na temporada 2021.

Começando pela folha salarial, a direção divulgou que o clube coral tem um custo mensal de R$ 447.805,30 com o futebol, com a maior parte desse valor sendo pago, naturalmente, aos jogadores. O custo chega a R$ 178.238,30 na carteira de trabalho dos atletas, enquanto R$ 114 mil fica com direito de imagem, totalizando R$ 292.238,30. Além disso, o Tricolor também informou que gasta R$ 41.500 mil por mês com moradias para os jogadores do elenco coral.

Ainda com relação ao custo de folha salarial, o presidente Joaquim Bezerra detalhou que o pagamento da comissão técnica custa ao Santa Cruz um valor de R$ 114.067. Desse montante, R$ 68.516 são destinados para a carteira de trabalho, enquanto R$ 45.551 entram na folha como pessoa jurídica.

Reprodução: TV CORAL

Premiações

O Santa Cruz também apresentou as contas sobre premiações caso o elenco conquiste os objetivos da temporada. Os valores, aliás, foram fechados em comum acordo com os jogadores. A ideia da direção coral é deixar de lado a premiação por jogo, mas sim pagando aos atletas após as conquistas nas competições. Começando pelo título do Campeonato Pernambucano, os jogadores vão receber R$ 300 mil como bonificação. A conquista do Estadual, aliás, é uma prioridade para o Tricolor, já que o clube vai ao Nordestão de 2022 apenas se vencer o Pernambucano.

A premiação pelo título da Copa do Nordeste 2021 será maior. Se vencer o Nordestão, o elenco embolsa R$ 500 mil. Caso conquiste o acesso à Série B, principal objetivo do clube na temporada, o elenco coral vai receber R$ 1 milhão de bonificação. Em caso de título da Série C, mais 200 mil serão acrescidos a esse valor. Apesar do valor milionário em caso do Santa Cruz subir de divisão, essa não é a maior premiação prometida ao elenco coral. Caso o Tricolor conquiste o inédito título da Copa do Brasil, os jogadores vão receber um montante de R$ 6 milhões.

FOTO: REPRODUÇÃO TV CORAL

Passivo

Com relação ao passivo, o presidente Joaquim Bezerra também divulgou os valores. No entanto, os números ainda estão sendo confirmados. A priori, porém, o total é de R$ 157.358.290,95 milhões. Já os acordos trabalhistas totalizam R$ 100 milhões, enquanto os tributários estão em R$ 27 milhões e 700 mil, e os cíveis totalizam R$ 17 milhões. Além disso, os débitos com a Federação Pernambucana de Futebol chegam aos R$ 2 milhões, enquanto empréstimos com terceiros totalizam R$ 10 milhões.

FOTO: REPRODUÇÃO/ TV CORAL

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias