Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Náutico muda estratégia e aposta em reforços com experiência na Série B

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 15/03/2021 às 8:05
Foto: Tiago Caldas/Náutico
Foto: Tiago Caldas/Náutico
Leitura:

O Náutico está com o elenco praticamente fechado para os compromissos deste início de temporada. Com seis reforços confirmados, o clube mudou a filosofia em relação a 2020 e passou a apostar na contratação de jogadores com experiência na Série B do Brasileiro, que é o grande objetivo da temporada.

Se em 2020, o Náutico apostou na renovação da base que foi campeã da Série C em 2019, inclusive com atletas questionados, como Fernando Lombardi e Josa, neste ano a postura da diretoria nas investidas no mercado passou a ser diferente. Dos seis reforços que foram anunciados e, até mesmo já estrearam pelo clube, quatro possuem experiência na Série B. É o caso do goleiro Alex Alves, do lateral-esquerdo Rafinha, do volante Marciel e do meia-atacante Giovanny. Já o zagueiro Yago jogou até a Série A pelo Corinthians. Apenas o volante Luiz Henrique, que é cria da base alvirrubra e estava em Portugal, nunca atuou pela Segundona.

LEIA MAIS:

> Náutico estuda pedir aplicação de multa por dia de atraso na reapresentação de Kevyn

“Comigo os goleiros fazem milagres ou a bola bate na trave”, diz Vinicius sobre ter poucos gols no Náutico

Náutico vê departamento médico encher e aproveita longo intervalo entre partidas para recuperar jogadores

Náutico: exame confirma lesão no joelho esquerdo e Álvaro passará por cirurgia

Além disso, outra característica também chama atenção, já que três deles possuem histórico de acesso na Segundona. O mais experiente é o lateral-esquerdo Rafinha, que jogou a Série B por equipes diferentes. Em 2013, fez 24 jogos e um gol com a camisa do Joinville, que bateu na trave e não conquistou o acesso por um ponto. No ano seguinte, jogou quatro jogos pelo Vila Nova. Depois, seguiu para o CSA para fazer história ao conquistar quatro acessos consecutivos, saindo da Série D para a Série A. No time alagoano, jogou a Série B em 2018, onde atuou em 33 jogos e fez dois gols. Depois da queda do CSA no Brasileirão, jogou mais uma vez a Segundona em 2020, com 25 jogos e dois gols.

Outro que conquistou o acesso na Série B foi o volante Marciel, que subiu com o Juventude na temporada passada. No time alviverde, ele disputou 22 partidas na competição. Além disso, jogou a Segundona em 2018 por Ponte Preta e Oeste. Ao todo, nas duas equipes, foram 23 jogos e dois gols marcados naquela edição. Já em 2019, esteve no Vitória-BA, onde esteve em campo em sete oportunidades na competição. O goleiro Alex Alves esteve no elenco do Bragantino que conquistou a Série B de 2019. No entanto, o arqueiro atuou em apenas um jogo, já que era reserva de Júlio César, ex-Náutico e Santa Cruz. Fechando a lista, o meia-atacante Giovanny não conquistou acesso, mas jogou a Série B em  2020 pelo Guarani, onde esteve em campo em 25 jogos. Em 2017, também atuou em cinco jogos pelo Paraná.

Últimas notícias