Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Jean Carlos prega cautela com Juninho Carpina no Náutico: "Adaptação no profissional leva tempo"

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 28/03/2021 às 8:03
Juninho Carpina estreou na temporada no último domingo, na vitória por 3x1 sobre o Vera Cruz. Foto: Tiago Caldas/Náutico
Juninho Carpina estreou na temporada no último domingo, na vitória por 3x1 sobre o Vera Cruz. Foto: Tiago Caldas/Náutico
Leitura:

O Náutico tem um elenco recheado de jogadores formados nas categorias de base. Alguns, inclusive, já estão consolidados no time de cima há algum tempo, como Hereda e Rhaldney. Desde 2020, no entanto, um nome tem chamado atenção da torcida alvirrubra: Juninho Carpina. O meia é o maior expoente de uma geração que conquistou a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, ambos no sub-20, na temporada passada. Porém, nas poucas vezes que esteve em campo no profissional, ainda não teve uma grande atuação. Na visão do meia Jean Carlos, que é um dos destaques do Timbu, é preciso ter cautela com o jovem, que ainda tem muito a oferecer ao clube alvirrubro.

"Essa adaptação de base para o profissional leva um tempo. Eu mesmo estreei no profissional muito novo, com 18 anos. A gente entra muito ansioso, com vontade de mostrar serviço, de marcar gols, jogar bem. Mas isso leva um tempo. Acho que são poucos jogadores que conseguem já subir e deslanchar com bons jogos, gols e boas temporadas. Carpina é um menino muito bom", afirmou Jean Carlos.

LEIA MAIS:

> “Boa para mim, mas não agradou o clube”, explica Jean Carlos sobre proposta para deixar o Náutico

> Com Hereda e Rhaldney valorizados, Náutico fortalece o trabalho de formador de atletas

Náutico estreia contra o CSA na Série B; veja a tabela completa

Negociação de Carlão com o Corinthians pode ajudar Náutico a quitar dívida por Acosta

Conhecedor da posição onde tem brilhado com a camisa do Náutico nas últimas temporadas, Jean Carlos se colocou à disposição para ajudar Juninho Carpina no que for possível. "A gente está ali todos os dias e tenta passar da melhor maneira possível o que já aprendemos. É um bom jogador e vem demonstrando isso nas categorias de base. Na minha posição, o que eu puder fazer para ajudar, eu vou ajudar e espero que ele possa se adaptar o mais rápido possível no dia a dia com a gente, nos jogos, e poder nos ajudar mais na frente para deslanchar na carreira. Peço que Deus o abençoe e ele possa se adaptar o mais rápido possível para nos ajudar dentro de campo", pontuou.

Com a camisa do Náutico, Juninho Carpina estreou no profissional no ano passado, num empate em 1x1 contra o Afogados da Ingazeira, nos Aflitos, pelo Estadual. Na ocasião, o meia esteve em campo durante 69 minutos e marcou o gol alvirrubro. A boa estreia criou expectativas na torcida, mas as oportunidades com o técnico Gilmar Dal Pozzo não existiram mais. O mesmo se repetiu com Gilson Kleina. Assim, retornou ao sub-20 para brilhar na conquista da Copa do Nordeste na categoria, além do Campeonato Pernambucano. No torneio regional, Carpina foi eleito o melhor jogador da competição e artilheiro do estadual com seis gols.

Com o fim das competições na categoria, o técnico Hélio dos Anjos subiu o jovem atleta para treinar com o profissional, onde inclusive recebeu duas oportunidades nos minutos finais da partida contra Ponte Preta e CSA. Na atual temporada, fez sua estreia no último domingo (21), na vitória por 3x1 sobre o Vera Cruz. Carpina entrou em campo aos 20 minutos do segundo tempo, porém, teve uma atuação discreta. O atleta tem sido uma espécie de alternativa ao meia Jean Carlos.

 

Últimas notícias