Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Pipico e Mikael são as esperanças de gols para Santa Cruz e Sport no Clássico das Multidões

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 30/03/2021 às 12:37
Pipico e Mikael são as maiores esperanças de gol para Santa Cruz e Sport no Clássico das Multidões. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem e Reprodução/Santa Cruz.
Pipico e Mikael são as maiores esperanças de gol para Santa Cruz e Sport no Clássico das Multidões. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem e Reprodução/Santa Cruz.
Leitura:

A esperança de gols no Clássico das Multidões entre Santa Cruz e Sport, nesta quarta-feira (31), passam diretamente pelos pés e cabeças de Pipico e Mikael, numa disputa marcada pela experiência e juventude. Artilheiros de seus respectivos clubes neste início de temporada, os atacantes estarão frente a frente quando a bola rolar às 21h30, no Arruda, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste, com transmissão da TV Jornal para todo estado de Pernambuco. Apesar de terem histórias diferentes em seus clubes, os atletas agora vivem situação parecida, já que ambos vem numa sequência intensa de jogos e têm sido protagonistas no ataque, especialmente quando o assunto é bola na rede.  Agora, terão a missão de fazer um dos clubes vencer para continuar sonhando com uma classificação no torneio regional.

Em 2021, as equipes disputaram o primeiro clássico no dia 14 de março, no Arruda, em partida válida pelo Campeonato Pernambucano, que terminou empatada em 1x1. Na ocasião, Mikael foi o responsável por abrir o placar e marcar contra o Santa Cruz pela primeira vez na carreira. Já Pipico iniciou a partida no banco de reservas, mas quando foi acionado no segundo tempo, não decepcionou. Gol de cabeça para empatar a partida. Assim, no primeiro encontro entre os atletas, eles mostraram porque são a maior esperança de gols de suas torcidas.

LEIA MAIS:

>> Fique por dentro da Copa do Nordeste

>> Santa Cruz pode eliminar o Sport de uma competição pelo segundo ano consecutivo

>> Clássico das Multidões pode ser divisor de águas para Santa Cruz e Sport na Copa do Nordeste

Pipico tem sido protagonista no comando de ataque desde que chegou ao Santa Cruz, em 2018. Em quatro temporadas no Arruda, o atacante de 36 anos atuou em 82 jogos e marcou 38 gols, sendo, inclusive, o maior goleador do Tricolor em 2019 e 2020. Já neste ano, o camisa 9 esteve em campo em oito oportunidades, marcando quatro gols contra Vitória das Tabocas, Sport e dois contra o Ypiranga-AP.  Ainda assim, apesar do pouco tempo desde o início da temporada, o atleta já conviveu com altos e baixos, tendo em vista que chegou a ser criticado e ir para o banco de reservas, mas conseguiu retomar o posto de titular no último jogo pela Copa do Brasil.

Além dos números com a camisa coral, outro fator chama atenção em Pipico. Isso porque desde que o baixinho aportou no Arruda, ele tem se mostrado um verdadeiro 'carrasco' em clássicos. Ao todo, são três gols marcados em dois jogos contra o Sport, adversário desta quarta-feira, além de quatro gols em quatro jogos contra o Náutico. Ou seja, o camisa 9 já mostrou que gosta de aprontar quando o assunto é clássico local.

Se do lado Tricolor a aposta é pela experiência, no lado do Sport é a juventude que têm se sobressaído em meio à um início abaixo do esperado na Ilha do Retiro. Revelado nas categorias de base do Leão, Mikael teve suas primeiras oportunidades no profissional em 2020, porém, longe do rubro-negro. O jovem atacante então com 20 anos recebeu as primeiras chances no Confiança-SE, onde fez 18 jogos e marcou sete gols. Depois da volta do futebol, que havia parado devido a pandemia do novo coronavírus, o atleta retornou ao clube pernambucano para jogar à Série A do Campeonato Brasileiro.

No Brasileirão, foram 14 jogos e apenas um gol. No entanto, na maioria dos jogos começou no banco de reservas e entrou no decorrer das partidas. Já na atual temporada, o cenário mudou, uma vez que Mikael passou a ser titular e têm correspondido as expectativas da torcida com gols. Nos oito jogos que esteve em campo, balançou as redes adversárias três vezes contra Salgueiro, Juazeirense e Santa Cruz. Recentemente, o atleta ganhou a concorrência do colombiano Santiago Tréllez, mas pelo momento que vive com a camisa do Leão, a tendência é que continue sendo titular, inclusive, no confronto decisivo desta quarta-feira contra o Santa Cruz pela Copa do Nordeste.

NÚMEROS: 

PIPICO - 36 ANOS

4 gols marcados em 8 jogos - (Temporada 2021)

38 gols em 82 jogos - (Geral)

MIKAEL - 21 ANOS

3 gols marcados em 8 jogos - (Temporada 2021)

4 gols em 22 jogos - (Geral)

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias