Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Com gol de pênalti nos acréscimos, Sport vence o Santa Cruz pela Copa do Nordeste

Carolina Fonsêca Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 31/03/2021 às 23:44
Sport venceu o Santa Cruz no último jogo. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Sport venceu o Santa Cruz no último jogo. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Jogo quente e marcado por polêmicas, como um Clássico das Multidões costuma ser. Foi assim o duelo entre Santa Cruz e Sport, realizado na noite desta quarta-feira (31), estádio do Arruda, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste. Quem levou a melhor foi o Leão, com uma vitória por 2x1, garantidos nos acréscimos do segundo tempo. O resultado ressuscita os rubro-negros na briga por uma vaga na próxima fase do Nordestão e dificulta a vida dos tricolores nesta missão.  A partida teve transmissão da TV Jornal com grande audiência. Além disso, a #CopaDoNordesteNoSBT liderou os Trending Topics no Recife e chegou também entre os assuntos mais comentados do Brasil.

>> Fique por dentro da Copa do Nordeste

Olhando para a classificação, o Santa segue lanterna do Grupo A, com três pontos. A Cobra Coral precisa ganhar seus dois próximos jogos, contra Altos e Botafogo-PB, e torcer para o Sampaio Corrêa perder do ABC e do CSA. Já o Sport descolou da última colocação e agora, com cinco pontos, se vencer os dois jogos finais, pode alcançar até o Fortaleza, líder do Grupo B, que tem 11 pontos.

O jogo

Tricolores e rubro-negros chegaram pressionados para o duelo. Em situação mais delicada, o Sport impôs mais o jogo, mas não foi tão produtivo. Do outro lado, o Santa Cruz teve chance de abrir o placar primeiro e perdeu boas chances. Aos 18 minutos, o zagueiro Adryelson fez falta em Alan Cardoso, dentro da área, e o árbitro deu pênalti para a equipe coral. Só que Pipico cobrou e mandou na trave para a alegria dos rubro-negros.

Depois de perder o pênalti, o Santa chegou perto de sair na frente novamente. Aos 25 minutos, Chiquinho cobrou falta e William Alves cabeceou para dentro do gol, mas a arbitragem deu impedimento e não validou o gol. Tanto o lance do impedimento quanto o do pênalti para o Santa deixaram o clima tenso entre a arbitragem e as equipes.

E ainda tinha mais espaço para polêmica. Aos 35 minutos, Thiago Neves recebeu um lançamento, furou o chute, a bola sobrou para Adryelson, que tentou uma finalização e, depois de desviar na defesa tricolor, a bola chegou para Rafael Thyere. O zagueiro rubro-negro mandou a bola por debaixo das pernas de Jordan e abriu o placar no Arruda. Enquanto isso, os jogadores do Santa Cruz pediam impedimento no lance, mas o gol foi validado. Com mais posse de bola para o Leão e apenas duas finalizações para cada lado, o Clássico das Multidões foi para o intervalo com vitória parcial do Sport por 1x0.

Para o segundo tempo, o Sport voltou mais incisivo e o Santa Cruz contou com a boa fase do goleiro Jordan, além de um pouco de sorte. Os rubro-negros tiveram quatro chances de aumentar o contador praticamente em sequência, mas Thiago Neves, Patric e, por duas vezes, Neilton ficaram só no quase. Com destaque justo para a grande defesa do goleiro Jordan, aos 4 minutos, quando ficou cara a cara com Patric e conseguiu impedir o segundo gol do Sport.

Aos 15 minutos, Madson caiu na área quando disputava uma bola com Patric e o árbitro marcou o novo pênalti que deu uma segunda chance ao Santa Cruz. Desta vez, Chiquinho aproveitou e empatou o jogo.  O segundo tempo seguiu intenso,  com uma expulsão para cada lado (Marcel, do Santa Cruz e Rafael Thyere, do Sport), pressão rubro-negra e boas defesas de Jordan. Mas foi um pênalti, marcado aos 50 minutos, quando o árbitro viu mão de Ítalo Melo na bola, que mudou a história da partida nos acréscimos. Toró cobrou e garantiu a vitória rubro-negra.

Ficha do jogo:

Santa Cruz - Jordan; Ítalo Melo, William Alves, Junior Sergipano e Alan Cardoso; Caetano, Elicarlos (Marcel), Karl e Chiquinho; Madson (Felipe Almeida) e Pipico (Léo Gaúcho). Técnico: João Brigattti. Esquema: 4-4-2

Sport - Luan Polli; Patric, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Marcão (Ricardinho), Betinho e Thiago Neves (Gustavo); Neilton (Chico), Maxwell (Toró) e Mikael (Dalberto). Técnico: Jair Ventura. Esquema: 4-3-3.

Horário: 21h30.

Local: Estádio do Arruda.

Árbitro: Wagner Reway (PB).

Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa (PB) e Schumacher Marques Gomes (PB).

Gols: Rafael Thyere (Sport), aos 35' do 1º tempo; Chiquinho (Santa Cruz), aos 17' do 2º tempo; Toró, aos 51' do 2º tempo.

Cartões amarelos: Neilton (Sport); Toró (Sport); Maxwell (Sport); Thiago Neves (Sport); Marcel (Santa Cruz); Marcão (Sport);

Cartões vermelhos: Marcel (Santa Cruz); Rafael Thyere (Sport);

CONFIRA LANCES DO CLÁSSICO

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias