Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Rhaldney comenta mudanças no meio-campo do Náutico e diz não se preocupar com sequência mais dura no Pernambucano

Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 02/04/2021 às 11:31
Volante tem sido presença constante no meio-campo alvirrubro, apesar das constantes alterações promovidas por Hélio dos Anjos. Foto: Caio Falcão/Náutico
Volante tem sido presença constante no meio-campo alvirrubro, apesar das constantes alterações promovidas por Hélio dos Anjos. Foto: Caio Falcão/Náutico
Leitura:

Por Marcelo Aprígio

Único nome imune até aqui às mudanças do técnico Hélio dos Anjos no meio-campo do Náutico, o volante Rhaldney contou o motivo pelo qual vem tendo boa interação com cada companheiro. Isso porque em quatro jogos, ele já compôs três duplas diferentes na cabeça de área. Além disso, ele afirmou que o bom momento do Náutico é fruto do trabalho que vem sendo feito e diz não temer a sequência de jogos que tem pela frente no Campeonato Pernambucano.

“Joguei com Djavan na Série B da temporada passada. Temos um entrosamento legal. Com Luiz Henrique, eu atuei por dois anos na base. Acho que a maior diferença foi com Marciel, mas o professor Hélio dos Anjos trabalha bem o conjunto e, quem ele optar para jogar, estará preparado”, declarou o volante.

Nas duas primeiras partidas da temporada, na goleada por 5x0 diante do Central e no 1x0 perante Sete de Setembro, Rhaldney e Djavan jogaram juntos. No duelo seguinte, ele teve a companhia de Marciel, no triunfo por 3x1 contra o Vera Cruz. No duelo com o Vitória, a novidade foi a entrada de Luiz Henrique, formando uma dupla de marcadores oriundos das divisões de base. O Alvirrubro venceu o Vitória/PE por 4x1.

SEM PREOCUPAÇÃO

Agora, depois de uma sequência de vitórias com certa facilidade, o Timbu se prepara para enfrentar o Salgueiro, no Cornélio de Barros, o Santa Cruz, em casa, o Retrô, na Arena de Pernambuco, o Afogados, no Aflitos, e o Sport, na Ilha do Retiro.

"Acho que a gente tem que focar no nosso trabalho, que é o mais importante. Independente de estar pegando time de menor expressão e vai pegar time de maior expressão. A gente não vai ligar para isso”, disse Rhaldney. “Da mesma forma que está sendo feito com time de menor expressão, tenho total certeza e tranquilidade que vai colocar em prática com times maiores”, completou.

Últimas notícias