Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Sport empata em 2 a 2 com o Treze e se torna ‘pedra na chuteira’ do time paraibano, eliminado do Nordestão

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 10/04/2021 às 18:03
Para chegar à próxima fase, o Galo precisava, além de vencer o Sport, torcer contra o Sampaio Corrêa ou o Bahia, que enfrentaram CSA e ABC, respectivamente. Foto: Jefinho Cariri/Ascom Treze
Para chegar à próxima fase, o Galo precisava, além de vencer o Sport, torcer contra o Sampaio Corrêa ou o Bahia, que enfrentaram CSA e ABC, respectivamente. Foto: Jefinho Cariri/Ascom Treze
Leitura:

Por Marcelo Aprígio

Eliminado há uma semana da Copa do Nordeste, o Sport foi uma pedra nas chuteiras do Treze, na tarde deste sábado (10), no estádio Amigão. O Leão da Ilha empatou com a equipe alvinegra por 2 a 2, sepultando as chances dos paraibanos de avançarem na competição regional. Os gols da partida foram marcados por Mikael e Ewerthon para o Sport, e Kleiton Domingues para o Treze, no primeiro tempo. Na etapa complementar do jogo, João Leonardo marcou o gol de empate.

Para chegar à próxima fase, o Galo precisava, além de vencer o Sport, torcer contra o Sampaio Corrêa ou o Bahia, que enfrentaram CSA e ABC, respectivamente. Com o resultado, ambas as equipes dão adeus à Copa do Nordeste 2021. Eliminado na rodada anterior, o Sport fica em 7º lugar do Grupo B e com seis pontos. O Treze precisava vencer para ter chances de avançar, então termina em 5º do Grupo A - na beira do G-4 - com nove pontos. O Leão volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Vitória-PE pelo Pernambucano.

A partida em Campina Grande, que contou com a transmissão da Rádio Jornal, marcou o reencontro do Sport com Marcelinho Paraíba. Atualmente no comando do Galo, o treinador encarou o Leão pela primeira vez nesta condição. Destaque rubro-negro entre os anos de 2010 e 2012, Marcelinho participou do acesso do clube pernambucano à Séria A, em 2011.

O jogo

A partida começou muito movimentado com a rede balançando dos dois lados. O relógio não marcava nem um minuto quando, pelo lado rubro-negro, Mikael subiu com velocidade pela direita, Rômulo estava na marcação, mas o centroavante do Leão ainda conseguiu arriscar a finalização, mas a bola foi para fora. Aos três minutos, Kleiton Domingues chegou em boa jogada pelo Treze e fez a finalização, chutando à esquerda de Mailson para fora.

A partida começou a esquentar ao seis minutos, quando Régis Potiguar, após um levantamento na área, cabeçou, furando o gol do arqueiro rubro-negro, mas o auxiliar assinalou impedimento e anulou a marcação dos paraibanos. Na sequência, o Sport pegou o contra-ataque. Júnior Tavares fez o levantamento pela esquerda e Mikael mandou de cabeça para o fundo das redes alvinegras.

Precisando da vitória para avançar no Nordestão, aos oito minutos, o Treze tentou chegar após cruzamento de Kleiton, mas a bola ficou com o Leão. A vontade de vencer a qualquer custo, porém, parecia não ajudar o time de Campina Grande. Isso porque a bola rolou, e, aos 13, o Sport chegou pela direita após toque de Mikael para Gustavo, que encontrou o passe e deixou para Ewerthon ampliar o placar.

Quando já passavam dos 32 minutos, o Leão assustou com Ewerthon, que carregando a bola em velocidade pela direita, fez o cruzamento na área, e Maxwell encostou para a direção do gol, mas acertou a rede pelo lado de fora. O Treze, porém, não desistiu e seguiu atacando. Tanto é que no minuto seguinte, após cruzamento de Júlio Ferrari na área, Kleiton ficou com a sobra e acertou um chutaço que foi suficiente para marcar o primeiro do alvinegro.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Treze voltou com modificações no time, enquanto o Sport chegou sem mudanças para a segunda etapa. Logo aos quatro minutos, o Leão chegou assustando em um chute da entrada da área que Ronaldo mandou no canto esquerdo de Jeferson, mas a bola por cima do travessão.

A partida ficou muito burocrática e com as duas equipes se estudando, sem conseguir atacar. Só em um chute de fora da área veio novo perigo, e de novo do Leão. Aos 26, Mikael chutou da meia-lua da grande área e Jeferson rebateu para o meio. Dois minutos depois, nova ótima intervenção do goleiro alvinegro. Maxwell recebeu ótimo passe entre o lateral-direito e o zagueiro trezeano, invadiu a área e saiu cara a cara com o arqueiro, que, com os pés, evitou o terceiro tento pernambucano.

Mas como futebol é imprevisível, coisas previsíveis também acontecem. Aos 34, Birungueta subiu pela direita até a linha de fundo e cruzou na segunda trave, onde João Leonardo escorou livre para deixar tudo igual e fazer seu quarto gol na competição.

No fim do jogo, aos 49, o Sampaio Corrêa já havia empatado com o CSA e só precisava de um gol para o Treze se classificar, e houve uma falta na entrada da área. Birungueta bateu com muito capricho, mas Mailson foi buscar a bola lá no ângulo direito e mandou para escanteio.

Ficha do jogo

Treze-PB 1

Jeferson; Júlio Ferrari, Marlon, Rômulo, Emerson; Darlan, Régis Potiguar, Romeu, Kleiton Domingues; Jairinho e João Leonardo | Técnico: Marcelinho Paraíba

Gol: Kleiton Domingues (33'/1ºT) e João Leonardo (34'/2ºT)

Cartões amarelos: Geraldo, Birungueta e Marlon

Sport 2

Mailson; Ewerthon, Chico, Renzo e Júnior Tavares; Ronaldo, Ricardinho, Gustavo e Thiago Lopes; Maxwell e Mikael. | Técnico: César Lucena (interino)

Gols: Mikael (6'/1ºT) Ewerthon (13'/1ºT)

Cartões amarelos: Thiago Lopes e Mailson

Local: Estádio Amigão, na Paraíba

Horário: 16h

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)

Assistentes: Márcio Iglésias Araújo Silva (PI) e Rogério de Oliveira Braga (PI)

Últimas notícias