Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Boa fase não afasta do Náutico cobrança intensa por parte de Hélio dos Anjos

Carolina Fonsêca Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 24/04/2021 às 10:04
 Sob o comando de Hélio dos Anjos, relaxar está fora de cogitação. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Sob o comando de Hélio dos Anjos, relaxar está fora de cogitação. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

É comum ver o técnico Hélio dos Anjos gritando de forma bastante enérgica na beira do gramado durante os jogos do Náutico, mesmo quando o time está ganhando ou até goleando. No momento, o Timbu está invicto no Pernambucano e é líder do campeonato com 21 pontos, não podendo mais ser alcançado pelos seus adversários na primeira fase e já está garantido na semifinal. Um prato cheio para gerar no elenco o famoso clima de "já ganhou", quase sempre responsável por fazer o rendimento cair. Mas sob o comando de Hélio dos Anjos, relaxar está fora de cogitação.

LEIA MAIS 

>>  Náutico vem colhendo o que plantou

>> Para não subir à cabeça: Ronaldo Alves quer Náutico com “pés no chão”

>> Hélio dos Anjos afirma temer que o Náutico perca Ari Barros para o Grêmio

>> Regularizado, Paiva pode reestrear pelo Náutico contra Afogados

O Náutico entra em campo pela primeira fase do Estadual ainda mais duas vezes. Na próxima segunda-feira (26), contra o Afogados, fechando a 8ª rodada e depois no dia 2 de maio, para o Clássico dos Clássicos, contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela última rodada da primeira fase. Segundo o treinador, a postura será de time que está disputando uma final.

"Vamos fazer dois jogos já classificados na primeira colocação. A busca incessante por resultado vai continuar acontecendo. Quando a gente entra em campo, a gente está sujeito a três resultados. Vamos trabalhar sempre para o resultado melhor, o resultado de vitória", disse.

Quanto a consciência coletiva sobre evitar esse clima, Hélio destaca que não cobra os jogadores, mas os conscientiza. "Não ganhamos nada, não chegamos ainda na metade daquilo que nós queremos chegar", frisou.

O treinador garantiu ainda que o grupo está tranquilo e muito consciente em relação a isso e que ele tem um grupo equilibrado e saber de que há cinco meses o Náutico vivia uma situação de luta contra o rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. "Não podemos empolgar por termos ganho sete jogos e estarmos classificados na primeira colocação nesse momento. Temos que ter a consciência que o mais difícil está por vir", completou.

Últimas notícias