Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Grupo Kroenke diz que Arsenal "não está à venda", apesar de protestos da torcida

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 28/04/2021 às 15:17
Torcida do Arsenal realizou protesto do lado de fora de fora do estádio antes de nova derrota na temporada. Foto: AFP
Torcida do Arsenal realizou protesto do lado de fora de fora do estádio antes de nova derrota na temporada. Foto: AFP
Leitura:

AFP - Stan Kroenke não aceitará nenhuma oferta de compra do Arsenal, disse seu grupo Kroenke Sports and Entertainment (KSE) nessa terça-feira, em meio à crescente insatisfação dos torcedores com o bilionário americano, dono do clube.

Milhares de torcedores dos 'Gunners' protestaram fora do Emirates Stadium antes da derrota de sexta-feira por 1 a 0 para o Everton, depois que o clube foi um dos 12 que inicialmente fizeram parte de um projeto de criação da Superliga europeia (ESL).

LEIA MAIS

> “Jogo de volta será diferente”, diz Marcelo sobre decisão entre Chelsea x Real Madrid

> Benzema iguala marca de Raúl entre artilheiros da história da Liga dos Campeões

> Na Argentina, Boca Juniors vence Santos pelo Grupo C da Libertadores

> Palmeiras goleia Independiente del Valle e mantém 100% de aproveitamento na Libertadores

> Uma semifinal para a história da Liga dos Campeões: PSG x Manchester City

O Arsenal, junto com cinco outros clubes ingleses, se retirou dos planos em 48 horas devido à reação de torcedores, jogadores, órgãos dirigentes e até do governo britânico.

Na sexta-feira, o fundador do Spotify, Daniel Ek, disse que estava considerando uma oferta de compra e os relatórios desta semana sugeriam que os ex-jogadores do Arsenal Thierry Henry, Patrick Vieira e Dennis Bergkamp fariam parte de um grupo de consultoria para o bilionário sueco.

"Nos últimos dias, notamos especulações da mídia a respeito de uma possível oferta de aquisição do Arsenal Football Club", disse o KSE em um comunicado. "Continuamos 100 por cento comprometidos com o Arsenal e não estamos vendendo nenhuma participação no clube.

"Não recebemos nenhuma oferta e não aceitaremos nenhuma oferta.

"A nossa ambição para o Arsenal continua a ser a de competir para ganhar os maiores troféus e o nosso foco continua a ser o de melhorar a nossa competitividade em campo para conseguir isso".

Em campo, o Arsenal está em décimo lugar na Premier League e a caminho de sua pior classificação na liga desde 1995.

No entanto, o time pode voltar a jogar na lucrativa Champions League pela primeira vez em cinco anos, caso vença a Liga Europa.

Os jogadores comandados por Mikel Arteta viajam para enfrentar o espanhol Villarreal, que é comandado pelo ex-técnico do Arsenal Unai Emery, pelo jogo de ida das semifinais, na quinta-feira.

Últimas notícias