Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Aumento do déficit e passivo maior que R$ 200 milhões: Santa Cruz divulga balanço financeiro de 2020

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 30/04/2021 às 20:52
Santa Cruz passou por uma troca de gestão na eleição em fevereiro. Foto: Léo Motta/Acervo JC Imagem
Santa Cruz passou por uma troca de gestão na eleição em fevereiro. Foto: Léo Motta/Acervo JC Imagem
Leitura:

Em reunião, nessa quinta-feira, o Conselho Deliberativo do Santa Cruz aprovou as contas do ano passado, bastante marcado pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. No fim da tarde desta sexta-feira, o balanço financeiro de 2020 foi publicado no site da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). O mesmo foi feito posteriormente nas redes sociais do clube. Esse demonstrativo ainda referente ao último ano de gestão do ex-presidente Constantino Júnior. Nele, foi possível observar uma queda nas receitas e despesas em relação a 2019, mesmo assim deixando um déficit milionário. Além disso, o passivo total do Tricolor do Arruda superou a marca de R$ 200 milhões.

O Santa Cruz teve uma receita total em 2020 de R$ 13.753.051, que foi inferior ao ano anterior, quando atingiu a marca de R$ 21.594.461. Isso diante de uma despesa de R$ 19.292.749 na temporada passada e R$ 24.002.945 em 2019. Sendo assim, obteve um déficit de R$ 5.539.698 no último ano. Um salto no quesito que antes tinha registrado o valor de R$ 2.408.484.

Em relação ao passivo total, o Santa Cruz conseguiu uma pequena redução em 2020 quando comparado com 2019. Caiu de R$ 219.003.662 para R$ 218.750.009. A dívida é separada de duas formas: circulante (curto prazo, que tem que pagar em até 12 meses) e não circulante (longo prazo, contém um período maior que um ano para quitação).

LEIA MAIS

> Técnico Bolívar e mais dois jogadores do Santa Cruz regularizados

> Bolívar quer implantar ‘escola gaúcha’ no estilo de jogo do Santa Cruz

> “Podem esperar um Breno Calixto com a raça de sempre e até mais”, diz novo zagueiro do Santa Cruz

> Santa Cruz anuncia as contratações de Breno Calixto e Bustamante

> Em seu primeiro dia no Arruda, Bolívar elogia poder de reação do Santa Cruz diante do Retrô

Em 2020, o Santa Cruz registrou R$ 34.468.147 de passivo circulante e R$ 184.281.862 de dívida não circulante. Já na temporada anterior a dívida de curto prazo foi calculada em R$ 31.197.393 e o débito de longo prazo no valor de R$ 187.806.269.

Vale destacar também outros detalhes mostrados pelo balanço financeiro de 2020 do Santa Cruz. Na receita operacional líquida, em meio à crise da covid-19, o clube tricolor teve uma queda de bilheteria na Série C do Campeonato Brasileiro, já que teve apenas os ingressos virtuais e os portões fechados. No ano de 2019, registrou R$ 941.484 e na temporada passada R$ 177.110.

Outro detalhe exibido é que o departamento de marketing e comercial conseguiu manter as contas equilibradas, apesar da temporada atípica. Isso porque a receita do setor foi reduzida em apenas pouco mais de R$ 790 mil.

Além desses pontos, também é preciso ressaltar que a venda do goleiro Maycon Cleiton para o Bragantino não foi registrada no balanço financeiro de 2020, visto que foi concluída apenas em 2021. Sendo assim, registrou somente R$ 250 mil com transferências de atletas. Em 2019, teve R$ 1.738.905 com essa questão. Na transação do jovem arqueiro, a Cobra Coral recebeu R$ 1 milhão por 80% dos direitos econômicos e se manteve com 20%.

CONFIRA NA ÍNTEGRA O BALANÇO CORAL

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias