Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Guardiola leva, enfim, o Manchester City para a tão sonhada decisão da Liga dos Campeões

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 06/05/2021 às 15:34
Guardiola é considerado por muitos o melhor técnico do mundo. Foto: AFP
Guardiola é considerado por muitos o melhor técnico do mundo. Foto: AFP
Leitura:

AFP - Os atuais donos do Manchester United aguardaram 13 anos. Já para Josep Guardiola a espera foi de dez, para enfim chegar à decisão da Liga dos Campeões.

Quando assumiu o controle do clube inglês em 2008, Mansour bin Zayed Al Nayan sonhava levar aquela equipe, acostumada a um papel secundário, ao topo do futebol europeu e mundial.

O time da cidade de Manchester nunca tinha chegado à final do maior torneio europeu e por isso contratou Guardiola, que assumiu o cargo em 2016, apoiado pelos dois títulos da Liga dos Campeões que conquistou como treinador do Barcelona ( 2009 e 2011).

LEIA MAIS

> Jogo entre Manchester United e Liverpool é remarcado para 13 de maio

> Técnico do Manchester United critica invasão de torcedores

> Chelsea vence Real Madrid e enfrenta Manchester City na final da Champions League

Esses também foram as últimas vitórias na maior competição de clubes do mundo do treinador espanhol, que não conseguiu voltar à decisão no fim de seu contrato com o Barça (2012), nem com o Bayern de Munique (2013-2016) e até então com o Manchester City.

"As pessoas acreditam que é fácil chegar à final da Liga dos Campeões. Mas chegar à final já valida o que fizemos nestes últimos quatro ou cinco anos", avaliou o treinador.

Para ficar com a "Orelhuda", apelido do troféu da Liga dos Campeões, o City ainda tem um obstáculo a superar, vencer o Chelsea na final em Istambul, no dia 29 de maio.

"NEM TUDO É QUESTÃO DE DINHEIRO"

Antes da decisão da Liga dos Campeões, Manchester City encontra o Chelsea neste sábado, pelo Campeonato Inglês. Caso vença a equipe de Londres será campeão por antecedência, garantindo assim toda a tranquilidade para pensar na final continental.

Nesta temporada da competição continental, o City segue invicto, com onze vitórias e um empate, e tem contado sobretudo com uma defesa muito sólida.

Na terça-feira, contra o Paris Saint-Germain, Riyad Mahrez marcou os dois gols da vitória, depois de ter balançado as redes francesas no confronto de ida.

Agora, todo o investimento feito pelos proprietários do clube parece estar dando retorno.

"Nem tudo é questão de dinheiro. Se você pensar assim, se engana", disse Guardiola na terça-feira.

"A classificação diante de uma equipe que eliminou o Barcelona e o Bayern de Munique diz muito sobre nós e vamos comemorar", afirmou o treinador.

O PSG, vice-campeão da última Liga dos Campeões, tinha grandes ambições nesta edição após eliminar Barça nas oitavas de final e o Bayern de Munique - seu carrasco na final de 2020 - nas quartas. Mas Kylian Mbappé, Neymar, Ángel Di María e o resto das estrelas de Mauricio Pochettino terão que esperar por uma chance melhor.

Nsta quarta, a imprensa especializada elogiou Guardiola indicando que ele é o verdadeiro maestro e arquiteto do sucesso do Manchester City, que venceu PSG nos dois duelos das semifinais.

“O resultado da City é um monumento construído por Guardiola”, destacou a BBC inglesa. Para o The Guardian, o técnico catalão deve se sentir como um "artista da Renascença, mimado em seu palazzo dourado, que simplesmente pede para mostrar sua inspiração"

Últimas notícias