Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

"Nem todas as lesões são físicas": Adriano Imperador fala sobre trajetória no futebol em entrevista a site esportivo

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 11/05/2021 às 16:35
Foto: Arquivo.
Foto: Arquivo.
Leitura:

Adriano Imperador não entra em campo desde 2016, quando atuou pelo Miami United, dos Estados Unidos. O afastamento de Adriano do futebol, porém, foi cercado de polêmicas, festas, álcool e registros que circulam com frequência na internet até hoje. Alguns até são mais recentes. Nesta terça-feira (11), a trajetória do Imperador, desde os primeiros anos na escolinha do Flamengo, sempre acompanhado pela avó, até seu afastamento do futebol, foi contada por ele mesmo, em texto e vídeo publicados no portal The Players' Tribune.

LEIA MAIS

>> Adriano Imperador chora ao receber convite para ser homenageado na Calçada da Fama do Maracanã

Durante a entrevista, Adriano também recordou sua primeira convocação para a Seleção Brasileira. Acontecimento que, por coincidência, passam por uma atuação contra o Sport. Na entrevista, ele conta que Emerson Leão, técnico do rubro-negro pernambucano em 2000, ficou impressionado com a performance de Adriano em uma partida entre Flamengo x Sport, no Maracanã, e por isso o convocou.

O conteúdo foi publicado como uma carta e leva o título "O de Adriano Tem Uma História Para Contar". Ele recorda uma infância feliz na favela, na Penha, no Rio de Janeiro e quando começou a jogar na escolinha do Flamengo, na Gávea. Conta com carinho como era a relação com a avó, que o acompanhava de perto desde os primeiros passos no futebol, e de quando quase foi dispensado das categorias de base do Urubu.

"Às vezes, acho que sou um dos jogadores de futebol mais incompreendidos do planeta. As pessoas realmente não entendem o que aconteceu comigo. Eles entenderam a história toda errada. É muito simples, para falar a verdade", diz em um trecho da carta.

Além da carta, o The Players' Tribune também publicou uma entrevista em vídeo com Adriano, com 52 minutos de duração.

Do surgimento no rubro-negro carioca à convocação para a Seleção Brasileira, a passagem pela Inter de Milão e o retorno ao Brasil. Adriano também contou como foi do céu ao inferno em apenas nove dias, quando o seu pai morreu e o futebol então parou de fazer sentido para ele. Oficialmente, Adriano nunca se aposentou.

"Nem todas as lesões são físicas, entende? Foi a mesma coisa quando meu pai morreu. Mas a cicatriz estava dentro de mim. 'Cara, o que aconteceu com o Adriano?' É muito simples. Tenho um buraco no tornozelo e outro na alma", compartilha.

 

 

 

 

Últimas notícias