Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Náutico e Sport iniciam disputa histórica pelo título do Pernambucano

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 15/05/2021 às 18:09
O segundo Clássico dos Clássicos da final de 2021 acontece neste domingo. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
O segundo Clássico dos Clássicos da final de 2021 acontece neste domingo. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Por Davi Saboya e Lourenço Gadelha

É muito mais que uma final de campeonato local em jogo neste domingo (16). Quando a bola rolar para Sport x Náutico, às 16h, na Arena de Pernambuco, os rivais irão escrever mais um capítulo da história centenária do Clássico dos Clássicos, o mais antigo do Estado. O Timbu é dono da melhor campanha da primeira fase e o ataque mais eficiente. No entanto, não vence o Leão em finais do Pernambucano desde a conquista do hexacampeonato em 1968. Assim, a 23ª conquista pode se tornar um marco histórico no clube alvirrubro. Já o Leão possui o segundo melhor desempenho nos pontos corridos e a defesa menos vazada. Além disso, é o maior campeão, dono de 42 títulos, e busca mais um troféu para aumentar a galeria e entrar em alta na Série A do Campeonato Brasileiro.

LEIA MAIS

> Patric manda mensagem de apoio a Gil do Vigor após vazamento de áudios de conselheiro do Sport

> Náutico acerta contratação do meia Vinícius Vargas, que recebe elogios de Hélio dos Anjos

> “Só mostramos glamour, mas olha a realidade”, diz lateral do Náutico após ter casa alagada pela chuva

> Partida entre Sport e Náutico será na Arena de Pernambuco, confirma Milton Bivar

> Maidana atinge marca de 50 jogos pelo Sport no clássico deste domingo contra o Náutico

Ao todo, Náutico e Sport disputaram 18 finais do Pernambucano. Dessas, o Leão levou a melhor em 12 e o Timbu conquistou as outras seis. Os últimos três encontros decisivos no Estado aconteceram em 2010, 2014 e 2019. Somente em 2014 o Leão faturou os dois jogos: 2x0 e 1x0. Nas outras duas temporadas, levou a melhor no desempate, já que cada um venceu uma partida.

"Não estou levando em conta que o Náutico não conquista um título de Campeonato Pernambucano em cima do Sport há muito tempo. Futebol não tem passado. Futebol é o momento. Sabemos daquilo que precisamos fazer. Coincidentemente é o Sport que está disputando com a gente, merecidamente. Se a gente conseguir ganhar o título, nós vamos também eliminar essa situação que se cria muito lá fora", afirmou o técnico alvirrubro Hélio dos Anjos.

Sport levou a melhor diante do Náutico na primeira fase e venceu por 3x0 na Ilha. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

No duelo, Hélio deve ter força máxima, já que os únicos atletas indisponíveis (os atacantes Magno Ribeiro e Álvaro) estão fora de combate há um bom tempo. Com isso, a tendência é que o Timbu repita a mesma escalação do jogo passado em que o Náutico venceu o Santa Cruz na semifinal.

Do lado do Sport, o treinador Umberto Louzer também terá força máxima. Principal jogador da equipe, Thiago Neves está recuperado da lesão muscular na coxa e deve ficar como opção no banco de reservas, visto que não joga há pouco mais de um mês. Sendo assim, ele deve manter o time titular que conseguiu vaga na final ao passar pelo Salgueiro.

"Acho que o Náutico vai buscar o nosso gol, é uma equipe ofensiva. Claro que isso varia dentro do jogo. Cabe a nós criarmos os momentos e as estratégias. Ter equilíbrio e saber interpretar. Temos trabalho e conversado bastante com os atletas para isso ser feito em campo e explorarmos os espaços do adversário", disse Louzer, que se mostrou ciente que os embates serão diferentes do primeiro encontro, onde o Leão venceu por 3x0.

FICHA DO JOGO - SPORT X NÁUTICO

Sport - Mailson; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Marcão, Júnior Tavares e Thiago Lopes; Neilton, Toró e Mikael. Técnico: Umberto Louzer. Esquema: 4-3-3.

Náutico - Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Djavan, Rhaldney e Jean Carlos; Erick, Vinicius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos. Esquema: 4-3-3.

Local: Arena de Pernambuco, São Lourenço da Mata.

Horário: 16h.

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

Assistentes: Alessandro Matos (BA) e Fabrício Vilarinho (GO).

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias