Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Everaldo comemora gol do Sport dançando "tchaki tchaki" em homenagem a Gil do Vigor; veja vídeo

Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 16/05/2021 às 18:26
Trellez, Everaldo e Neilton dançando 
Trellez, Everaldo e Neilton dançando "tchaki tchaki". FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Por Giovanna Torreão e Marcelo Aprígio

Após conselheiros do Sport gravarem áudios com conteúdo homofóbico criticando o ex-BBB Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, o primeiro gol do Leão do clássico contra o Náutico, neste domingo (16), na Arena de Pernambuco, teve homenagem para o economista pernambucano. Após Everaldo abrir o placar, ele, Trellez e Neilton comemoraram dançando o "tchaki tchaki", que ficou famoso ao ser performado por Gil no reality show. A partida, que contou com transmissão da Rádio Jornal, foi a primeira das duas que formam a final do Campeonato Estadual e terminou empatada em 1x1.

LEIA MAIS

> Atuações da final do Pernambucano: Náutico foi melhor que o Sport

> “Jogamos abaixo do nosso potencial”, admitiu técnico do Sport após empate na final

> Saiba o que Sport ou Náutico precisa fazer para faturar título do Pernambucano de 2021

> Decisivo para o Sport na final do Pernambuco, Mailson mostra confiança: ‘Vamos ser campeões’

> Hélio dos Anjos sobre decisão: “Ninguém vai passar por cima do Náutico”

> Confira os gols do empate entre Sport e Náutico na final do Pernambucano

> Dirigentes do Náutico na bronca: “Com o VAR a gente é prejudicado, imagine sem”

> Com gol anulado pelo VAR, Sport e Náutico empatam primeiro jogo da final do Pernambucano

> Veja as escalações de Sport x Náutico e a transmissão da Rádio Jornal

> Após ataques contra Gil do Vigor, Sport realiza homenagens a ex-BBB na final do Pernambucano

O JOGO

Em um Clássico dos Clássicos bastante disputado, o Sport e Náutico empataram por 1x1 o primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano, neste domingo, na Arena de Pernambuco. Os gols foram marcados por Everaldo e Wagner Leonardo. O duelo teve todos os ingredientes de uma decisão entre os rivais com oportunidades perdidas e gol para o Alvirrubro anulado corretamente pelo VAR. O Timbu foi melhor na partida, abusou de perder gols e poderia ter saído com a vitória. Para o Leão, brilhou a estrela de Mailson. O segundo duelo acontece no próximo domingo, à princípio, marcado para os Aflitos.

O Náutico começou a decisão pressionando o Sport e marcando a saída de bola do adversário. Sob o comando de Jean Carlos, o quarteto ofensivo do Timbu deu bastante trabalho para a defesa rubro-negra. Kieza, Erick e Vinícius se movimentaram bastante e Rhaldney ainda apareceu como homem surpresa dentro da grande área. Já o Leão adotou uma postura precavida e esperou o rival ceder espaço para sair no contra-ataque em velocidade.

Sem dúvida nenhuma, o goleiro Mailson foi o nome do primeiro tempo. O ataque do Náutico não pensou duas vezes em arriscar chutes de fora da área. As principais defesas dele aconteceram nas investidas de Jean Carlos. Em um rebote, rente ao gol, e numa cobrança de falta perigosa. Apesar do maior ímpeto dos alvirrubros, o Sport se manteve firme no jogo. Em um vacilo da defesa do Timbu, roubou a bola no último terço e não perdoou.

Aos 45 minutos, Sander desarmou Rhaldney pelo lado direito e a bola sobrou para Everaldo. Ele dominou, penetrou na defesa do Náutico, cortou para a perna direita e soltou o pé para abrir o placar. Na comemoração, o atacante rubro-negro fez a dançinha "tchaki, tchaki" do pernambucano e ex-BBB, Gil do Vigor, que foi vítima de comentários homofóbicos por parte de conselheiros do Leão no meio dessa semana.

Nenhuma descrição disponível.

No segundo tempo, o Náutico começou com a mesma postura e não se intimidou com o gol sofrido no fim da etapa inicial. Tanto que logo conseguiu o empate. Aos 6, após cobrança de escanteio, Kieza ganhou a dividida com Maidana por cima, a bola sobrou para Wagner Leonardo, que desviou e enganou Mailson na tentativa de afastar o lance. Com a igualdade no marcador, o Sport saiu para o ataque e os alvirrubros ficaram mais cautelosos.

Mesmo assim, o Náutico continuou mais incisivo e ameaçador que o Leão. Não à toa teve um gol anulado em lance duvidoso. Após tabelar com Bryan pelo lado esquerdo, Giovanny chutou rasteiro com a perna direita e Kieza desviou para o gol. Na hora, o árbitro Wagner Nascimento apontou o impedimento no lance. Após consultar o VAR remoto, a infração foi confirmada.

Logo no lance seguinte, o Náutico teve duas grandes oportunidades de conseguir a virada. Erick recebeu o passe de Jean Carlos, livre pelo lado direito e dentro da grande área. Ele bateu com a perna esquerda e Mailson fez grande defesa. Pouco tempo depois, Jean Carlos saiu na cara do goleiro rubro-negro e tentou "tirar" tanto do arqueiro que mandou para fora.

Homenagens a Gil

Nas redes sociais, antes do início da partida, o Sport anunciou que a equipe vestirá camisas com homenagens a Gil. No manto rubro-negro, cada atleta será identificado pelo nome antecedendo a expressão "do Vigor", que ganhou fama após a participação do pernambucano no BBB 21. Além disso, o capitão Patric levará na braçadeira a bandeira do movimento LGBT+. Os atletas também entraram em campo segurando uma faixa contra a homofobia.

"O Sport é do Vigor"

As ações foram divulgadas neste domingo horas antes do Clássico dos Clássicos. "O Sport é Do Vigor e contra a homofobia. Hoje, vamos perfilar de manto marcado com alguém que nos dá muito orgulho: @gilnogueiraofc! As camisas serão vendidas e todo o dinheiro arrecadado será doado ao Instituto Boa Vista, ONG de pautas LGBT", escreveu o Sport em uma das publicações nas redes sociais.

Em outra postagem, o Leão afirmou que é um clube "plural" e "de todos". "Neste Clássico da final, a braçadeira vai carregar as cores da bandeira LGBT com muito orgulho", anunciou o Sport.

Na sexta-feira (14), Patric havia publicado uma mensagem em apoio a Gil nas redes sociais. O atleta chegou a chamar o ex-BBB de "guerreiro" e "gigante".

"Representando todos os meus colegas, queria humildemente falar do Sport. O Sport que é grande. O maior do Nordeste, o Sport plural, que cuida de todos e ama todos. Você é um guerreiro. Deixa falar um pouco da minha história, meu filho tem uma síndrome que uma em cada 1,5 milhão de crianças nascem e muitas vezes as pessoas que não o conhecem o chamam de coitadinho. Ele mesmo bate no peito e diz: "Eu não sou coitadinho, meu nome é Dominic. Tenho cinco anos." Você é guerreiro, você é gigante", disse o capitão.

Relembre o caso

Os ataques a Gil do Vigor ocorreram na última sexta-feira, quando vazaram áudios de dois conselheiros do Sport com críticas de cunho homofóbico por causa de uma dança realizada pelo torcedor e ex-BBB durante uma visita à Ilha do Retiro.

Responsável por vazar os áudios, o também conselheiro e deputado estadual Romero Albuquerque afirmou que pedirá a exclusão de Flávio Koury do quadro de sócios do clube. O processo ainda passará pela comissão de ética do Conselho Deliberativo. O presidente do órgão, por sua vez, posicionou-se em apoio a Gil. "O Sport e seu Conselho Deliberativo repudia veementemente toda e qualquer palavra de ódio, de homofobia, de desrespeito a quem quer que seja", afirmou.

 

Últimas notícias