Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Invicto há 16 jogos nos Aflitos, Náutico conta com a força do estádio para buscar título do Pernambucano

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 17/05/2021 às 17:03
Náutico está invicto há 16 jogos nos Aflitos. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Náutico está invicto há 16 jogos nos Aflitos. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Náutico não sabe o que é perder nos Aflitos há 16 jogos. A última vez em que o Timbu perdeu uma partida no seu estádio foi no dia 12 de outubro, quando foi derrotado por 2x0 pela Ponte Preta, em duelo pela Série B. Na ocasião, o Alvirrubro ainda era comandado pelo técnico Gilson Kleina. No entanto, a chave virou depois daí. Após sofrer esse revés, o Náutico embalou uma sequência sem saber o que é ser derrotado dentro de casa. No total, já são 16 jogos invicto em um período de mais de sete meses. Isso, claro, embala o Timbu para buscar o título do Pernambucano contra o Sport, que será decidido dentro dos Aflitos.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o caldeirão está silenciado. No entanto, abraçado em sentimentos por milhares de alvirrubros espalhados pelo mundo - e que mandam boas energias para domingo. E se tem um cara que vem sendo fundamental para essa invencibilidade do Náutico nos Aflitos é o técnico Hélio dos Anjos. Desde que assumiu o clube, ainda na reta final da Série B do ano passado, Hélio não sabe o que é ser derrotado dentro do caldeirão.

No total, Hélio disputou 14 jogos comandando o Náutico dentro dos Aflitos, tendo conquistado dez vitórias e quatro empates. Esse desempenho, aliás, fez o estádio voltar a ser o que era. Antes do técnico chegar, Timbu vinha muito mal e oscilando dentro de casa, sendo o quinto pior mandante da Segundona de 2020. No entanto, após Hélio assumir, o Alvirrubro voltou a ser forte nos seus domínios e, desde então, está invicto em casa.

Na atual temporada, o Náutico jogou cinco jogos no estádio dos Aflitos, tendo vencido quatro e empatado apenas um - 2x2 contra o Afogados. Na semifinal do Estadual, no duelo contra o Santa Cruz, o Náutico até foi o mandante do confronto, mas não pôde realizar a partida nos Aflitos por conta do gramado, que foi castigado pelas fortes chuvas. Por conta disso, o embate foi transferido para a Arena de Pernambuco, onde o Alvirrubro venceu por 2x1 e avançou à final contra o Sport.

O Náutico fica com o título do Pernambucano após os 90 minutos caso vença o Sport por qualquer placar. Caso seja empate, a decisão será nos pênaltis. Se perder no tempo normal, o Alvirrubro fica com o vice, uma vez que o primeiro jogo foi 1x1.

LEIA MAIS

No Náutico, Hélio dos Anjos exalta união do grupo: “Me enche de confiança e esperança”

Náutico agradece apoio de tia Edna, torcedora que ‘discutiu’ com vizinhos rubro-negros em varanda de prédio; veja

Às vésperas da final entre Náutico e Sport, deputado quer urgência em retorno de torcida aos estádios em Pernambuco

Veja o gol anulado do Náutico no primeiro jogo da final do Estadual contra o Sport

Hélio dos Anjos destaca final contra Sport como “último jogo da vida”

TÍTULO DO NÁUTICO QUEBRA DOIS LONGOS TABUS

Se for campeão contra o Sport, o Náutico quebra um tabu de 53 anos sem vencer o Sport numa final de campeonato. A última foi em 1968, quando o Timbu bateu o Rubro-Negro na decisão e ergueu o hexacampeonato. Além desse, outro tabu que pode ser quebrado é o de não ganhar um título dentro dos Aflitos há 47 anos. A última vez que deu a volta olímpica dentro do seu estádio foi em 1974, quando na ocasião derrotou o Santa Cruz e, de quebra, evitou o sexto título do rival, criando o bordão 'hexa é luxo'.

Desde o último título conquistado dentro dos Aflitos, ainda em 1974, o Náutico levantou mais oito taças, porém todas longe do seu estádio. Em 1984, 1985, 1989, 2001, 2002 e 2004, o Alvirrubro foi campeão pernambucano contra o Santa Cruz e levantando os troféus dentro do Arruda. Já em 2018 ganhou o Estadual diante do Central e ergueu a taça na Arena de Pernambuco. Em 2019, na conquista da Série C, o título foi erguido no Castelão, casa do Sampaio Corrêa.

JOGOS DE INVENCIBILIDADE DO NÁUTICO NOS AFLITOS: 

Náutico 1×1 Cruzeiro (Gilson Kleina no comando)

Náutico 2×2 Avaí (Gilson Kleina no comando)

Náutico 0x0 Vitória (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 2×0 Guarani (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 2×0 Brasil de Pelotas (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 1×0 Sampaio Corrêa (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 2×0 Cuiabá (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 2×1 Paraná (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 0x0 América Mineiro (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 4×1 Oeste (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 1×1 CSA (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 5×0 Central (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 3×1 Vera Cruz (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 4 x 1 Vitória das Tabocas (Hélio dos Anjos no comando)

Náutico 2 x 1 Santa Cruz (Hélio dos Anjos no comando)

Últimas notícias