Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Hélio dos Anjos acredita que Náutico pode 'melhorar mais' no segundo jogo da final contra o Sport

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 18/05/2021 às 12:02
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano entre Sport e Náutico, que terminou empatado em 1x1 no último domingo (16), na Arena de Pernambuco, deixou uma boa impressão nos alvirrubros, que criou as melhores chances e esteve mais próximo de sair com a vitória. Apesar do bom desempenho, se engana quem pensa que o Timbu está no limite técnico do que pode oferecer. Ao menos é o que garante o técnico Hélio dos Anjos. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o comandante afirmou que o Náutico ainda pode melhorar mais no jogo de volta da grande final, nos Aflitos.

"Não acredito que tenhamos levado esse time no limite. Acho que temos ainda coisas a melhorar. Não vejo uma equipe totalmente formada e modelada com apenas 26 jogos. Acho que tem muitas variantes a serem acrescidas numa equipe de futebol. Acredito que nós vamos ter sim alguma coisa para melhorar nesse jogo final, porque vai ser necessário melhorar. O Sport é forte, tem tradição de grandes decisões e, por isso, nós temos que melhorar. A semana vai ser produtiva nesse sentido e acredito que vamos ter sim variantes que nos dê uma possibilidade maior de vitória".

Desde que chegou ao Náutico, pouco mais de seis meses atrás, uma palavra têm sido o mantra de Hélio dos Anjos no clube: consistência. E para o jogo decisivo deste domingo, o pensamento não será diferente. "O mais importante é continuar consistente. O adversário merece todo o nosso respeito. E sempre friso que a melhor maneira de respeitar o adversário é fazer de tudo para vencer. E nós vamos fazer já a partir do primeiro treinamento na tarde desta terça, totalmente voltado para essa decisão e a sequência do Náutico na temporada", acrescentou.

LEIA MAIS:

> Náutico oficializa a contratação do meia Vargas, ex-Afogados

Invicto há 16 jogos nos Aflitos, Náutico conta com a força do estádio para buscar título do Pernambucano

No Náutico, Hélio dos Anjos exalta união do grupo: “Me enche de confiança e esperança”

Náutico agradece apoio de tia Edna, torcedora que trocou provocações com vizinhos rubro-negros em varanda de prédio; veja

Hélio dos Anjos destaca final contra Sport como “último jogo da vida”

O técnico alvirrubro ainda lamentou o fato de ter que correr risco no segundo jogo por não ter definido um placar mais elástico no último domingo, quando o Náutico desperdiçou várias chances claras de gol. "Fizemos sim um grande jogo, muito consistente. Tivemos a felicidade do grupo assimilar bem tudo aquilo que o Sport representa de dificuldade. Enfrentamos um grande adversário, com grandes valores individuais, que aos poucos está se fortalecendo como conjunto. Agora você vai para uma decisão correndo risco, naturalmente, enfrentando um grande adversário", disse, antes de afirmar que não enxerga vantagem em jogar em casa sem torcida.

"A questão mando de campo para mim não representa muito. Representaria mais se tivesse nossa torcida presente. Tudo é risco nessa vida e na decisão não é diferente. Vamos correr os riscos naturais, principalmente pela capacidade do adversário, mas acima de tudo, confiantes que vamos fazer um jogo melhor e mais consistentes do que fizemos no domingo passado", finalizou.

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias