Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Apesar de pedido ao MPPE para tirar final do Pernambucano dos Aflitos, Náutico crava que decidirá o título no seu estádio

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 19/05/2021 às 20:57
Segundo jogo da final acontece no próximo domingo (23). Foto: Caio Falcão/ Náutico
Segundo jogo da final acontece no próximo domingo (23). Foto: Caio Falcão/ Náutico
Leitura:

Foi por meio da imprensa que o Náutico primeiro ficou sabendo, na tarde desta quarta-feira (19), que foi feito um pedido ao Ministério Público para que o clube e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) fossem orientados a transferir o jogo da final do Campeonato Pernambucano para outro lugar -  a partida está marcada para o próximo domingo (23), às 16h. O pedido foi feito de forma anônima e baseado na justificativa de que, realizar um Clássico dos Clássicos entre Náutico e Sport, valendo o título de campeão estadual, mesmo sem torcida, pode gerar aglomerações no entorno do Estádio dos Aflitos, localizado em um bairro residencial.

LEIA MAIS 

>> Náutico fará reunião com a PM para definir sobre policiamento para a final do Pernambucano

>> Raio-X: veja os pontos fortes e fracos de Náutico e Sport para a final do Pernambucano

O vice-presidente jurídico do Timbu, Bruno Becker, afirmou que o clube recebeu "com tranquilidade, mas ao mesmo tempo com estranheza" a notícia sobre o pedido. "Se é um pedido, quem o fez, fez pelo benefício da coletividade, eu não vejo motivo para ter sido feito de forma anônima", analisou o dirigente.

No entanto, Becker destacou ainda que a chance de a partida não ser realizada nos Aflitos "é zero. "Nós vamos jogar nos Aflitos no domingo", cravou. "Todas as medidas de respeito e cumprimento do protocolo de convivência com a covid-19 por parte do clube serão cumpridas e a gente espera que a administração pública também cumpra com o que for de competência do Estado, do município, mas a gente não abre mão de jogar nos Aflitos", disse.

Ainda sobre o teor da solicitação feita anonimamente ao MPPE, Bruno Becker pontuou que, se o pedido foi feito com algum "pano de fundo por trás", passa a fazer sentido. "De toda forma o clube está tranquilo. Não existe motivo algum para que não seja realizada a partida nos Aflitos", frisou. O vice-presidente jurídico do alvirrubro acredita que o Ministério Público não acatará o pedido de recomendação.

O órgão deve analisar e dar sequência aos trâmites envolvendo o pedido nos próximos dias e, segundo Becker, o Náutico teria que ser ouvido pelo MPPE. "Certamente a gente apresentando todo esse plano operacional de jogo, o MP vai arquivar esse pedido", disse.

A direção alvirrubra fará uma reunião, na manhã da quinta-feira (20), com a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) para alinhar detalhes relacionados ao esquema de segurança para o domingo, dentro e no entorno do estádio.

A sede do Náutico, bem como o estacionamento, lanchonetes e bares estarão fechados. Terão acesso apenas quem estiver participando ou trabalhando na partida. O clube já enviou ofícios à PMPE e à Secretaria Estadual de Saúde (SES) solicitando esquemas para evitar aglomeração de torcedores. Na reunião, os alvirrubros vão articular também a possibilidade de contar com o Batalhão de Choque e até com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) para reforçar a operação.

Últimas notícias