Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Presidente do Santa Cruz reconhece erro em planejamento e mira 'correção de rota' para Série C

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 20/05/2021 às 12:08
Joaquim Bezerra concedeu entrevista à Rádio Jornal. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Joaquim Bezerra concedeu entrevista à Rádio Jornal. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O presidente do Santa Cruz, Joaquim Bezerra, admitiu o erro no planejamento do clube neste início de temporada, que culminou na eliminação em três competições - Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Pernambucano. Após o período de turbulência, o Tricolor agora passa por uma intertemporada no bairro de Aldeia, em Camaragibe, com o intuito de 'corrigir a rota' visando o principal objetivo do ano: a Série C do Campeonato Brasileiro. A estreia do Mais Querido está marcada para o dia 30 de maio, contra o Manaus, na Arena da Amazônia.

Em entrevista nesta quinta-feira (20) ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o mandatário explicou que os principais erros no planejamento aconteceram justamente pelo pouco tempo que a atual diretoria teve à frente do clube após a eleição, no dia 18 de fevereiro, e o início das competições, no dia 24 do mesmo mês.

"Nós tivemos menos de 10 dias no início da gestão para começar a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, e nós tínhamos um time com oito jogadores remanescentes e pelo menos 12 a 15 das divisões de base, que não tinha, inclusive, jogado no ano passado. Então não tinha acontecido uma transição adequada que deve ser feita entre a base e o profissional", detalhou inicialmente.

LEIA MAIS:

> Apesar da suspeita, três jogadores testam negativo para Covid-19 e retornam aos treinos no Santa Cruz

> Santa Cruz oficializa a contratação do meia Rondinelly, ex-Inter de Limeira

Apresentado pelo Santa Cruz, Julinho garante que sabe equilibrar características ofensivas e defensivas

Com o tempo curto para montar um elenco competitivo, o Santa Cruz atirou-se ao mercado. Na primeira leva de contratações, foram 16 reforços anunciados, onde alguns, inclusive, já até deixaram o clube. "Quando assumimos a gestão, os campeonatos que você pode ir buscar jogadores, como o Paulista, Mineiro, Goiano, Gaúcho e Carioca, os times já estavam todos formados e nós não tínhamos disponibilidade de atletas para contratar. Tivemos que trazer jogadores que estavam disponíveis naquele momento. Fizemos contratações, com algumas sendo apenas até o final do Pernambucano", afirmou.

Além do número excessivo de contratações, que no momento chegou à 25, o Santa Cruz também está no terceiro técnico na atual temporada. João Brigatti foi o primeiro treinador da gestão, que o demitiu após uma sequência de maus resultados. Para seu lugar, foi contratado Alexandre Gallo, que comandou o Tricolor em apenas três jogos, não venceu e pediu demissão fazendo críticas à estrutura do clube. Por fim, foi contratado Bolívar, que está sendo o responsável por tentar ajustar a equipe e tentar trazer uma perspectiva mais positiva para o Mais Querido.

"Temos ao menos 20 dias, onde a gente teve tempo de parar, fazer uma intertemporada, colocar os jogadores dentro de condicionamento físico e ir buscar outros jogadores que já estavam disponíveis nesse mercado que citei anteriormente. Então houve erro sim, mas só erra quem trabalha. Nós trabalhamos, erramos, e agora estamos ajeitando a rota", disse o presidente coral.

> Joaquim Bezerra critica discurso usado por Gallo na saída do Santa Cruz: “Atitude covarde”

> Santa Cruz escolhe Bolivar para o lugar de Alexandre Gallo

Nos últimos dias, o técnico Bolívar ganhou novos reforços para fortalecer o Tricolor. Chegaram ao Arruda o lateral-esquerdo Julinho, o volante Vitinho, o meia Rondinelly e o atacante Frank. Os atletas já se juntaram ao elenco, que está concentrado em Aldeia, na intertemporada visando à estreia na Série C. Além deles, ainda faltam estrear com a camisa do Santa Cruz o goleiro Geaze, o zagueiro Heber e o volante Everton Dias. "O elenco vai ficar formado com 28 jogadores. Essa é a formação que o técnico Bolívar e sua comissão pretende. Então vamos trabalhar em cima de um grupo com essa quantidade de jogadores", concluiu o Joaquim Bezerra.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias