Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Futebol por prazer e dedicação integral: veja o que diz a família de Hélio dos Anjos sobre sua passagem pelo Náutico

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 24/05/2021 às 19:40
Hélio está no Náutico há cerca de sete meses. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Hélio dos Anjos volta ao Náutico após um mês fora do Timbu - FOTO: Hélio está no Náutico há cerca de sete meses. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Campeão Pernambucano com o Náutico no último domingo (23), o técnico Hélio dos Anjos é o destaque incontestável do Timbu nesta conquista. No clube há cerca de sete meses, ele comandou a arrancada da reta final da Série B, que evitou uma nova queda dos alvirrubros para a Série C, e garantiu o título do Estadual em uma campanha quase impecável. Após erguer a taça, o treinador foi homenageado pela família e pelos amigos, em uma reportagem de João Victor Amorim, da Rádio Jornal.

LEIA MAIS

>> Hélio dos Anjos é campeão pelo Náutico e chega à 4ª conquista do Pernambucano

>> Hélio dos Anjos recebe banho de água gelada dos jogadores do Náutico em comemoração; veja

>> Do abraço em Kuki até a provocação ao Sport: as reações do artilheiro Kieza após o título do Náutico

>> Veja os 7 feitos da ‘temporada perfeita’ do Náutico até aqui em 2021

A esposa de Hélio, Lana dos Anjos, frisou o quanto sente orgulho do marido, lembrou como ele ficou feliz ao receber o convite para retornar ao Náutico e compartilhou um pouco sobre a dedicação integral ao futebol. "Ele recebeu o convite com uma felicidade muito grande e esse amor que ele tem pelos clube que passou, acho que é o que faz ele voltar sempre. Ele realmente encarna o espírito dos clubes que ele se identifica", disse.

Com o título do Pernambucano de 2021, o treinador de 63 anos chegou ao 4º troféu em Pernambuco, empatando em número de conquistas com Ilo Just. À sua frente no ranking de maiores ganhadores estão Palmeira e Duque com sete e Givanildo Oliveira com cinco.

"Eu tenho muito orgulho da pessoa que ele é, do profissional que ele é, então todas as vezes que eu leio alguma coisa a respeito das conquistas, das amizades sinceras, é um ponto que emociona. Gosto de ver o trabalho dele reconhecido porque sei o quanto ele se dedica. Até hoje ele estuda, procura melhorar, lê, vê vídeo de jogo, é 24 horas ligado no futebol. Quando ele recebe elogios isso me emociona porque eu sei o quando ele se dedica para ter esses resultados que está tendo no Náutico", completou Lana.

O filho do casal, Guilherme dos Anjos, que é também auxiliar técnico do treinador, contou um pouco sobre como o futebol é prazeroso para Hélio. "Ele sempre foi uma pessoas muito envolvida com os problemas do clube, só que o que eu acho que modificou foi primeiro o fato de ele trabalhar por prazer. Ele trabalha porque ele gosta, hoje o futebol para ele é um prazer muito grande de vivenciar", compartilhou Guilherme.

O título estadual marca não somente o nome de Hélio dos Anjos como um dos grandes técnicos do futebol pernambucano, como também coroa o trabalho que vem sendo realizado no Náutico - que ainda pode crescer a depender do resultado que for conquistado na Série B deste ano. A conquista do último domingo, inclusive, é a primeira do treinador no clube alvirrubro, que está na sua terceira passagem pelos Aflitos. Na primeira, em 1993, chegou para à disputa da Série A e não levantou nenhum troféu. Anos depois, fez história no rival desta final, quando ganhou três títulos do Campeonato Pernambucano em 1996, 1997 e 2003.

Ouça na íntegra a reportagem com homenagem a Hélio dos Anjos:

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Últimas notícias