Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Santa Cruz pode acionar Vitória na Justiça comum para receber valor da negociação de João Victor

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 25/05/2021 às 17:52
O zagueiro foi emprestado pelo Santa ao Vitória em 2019. Foto: Letícia Martins/Divulgação/EC Vitória
O zagueiro foi emprestado pelo Santa ao Vitória em 2019. Foto: Letícia Martins/Divulgação/EC Vitória
Leitura:

O Santa Cruz pode acionar o Vitória da Bahia na justiça comum para receber o valor que falta da negociação pelo zagueiro João Victor. Os dois clubes fecharam a venda de 50% dos direitos do atleta em dezembro de 2019, por R$ 800 mil, divididos em oito parcelas, mas o tricolor recebeu apenas uma delas. O Santa também avalia a possibilidade de ter o jogador de volta ao Arruda.

LEIA MAIS 

>> Vitória-BA pagou apenas uma das oito parcelas da venda de João Victor, revela diretor de futebol do Santa Cruz

>> Santa Cruz vai acionar Justiça para cobrar Alexandre Gallo por não pagamento de multa

>> Presidente do Santa Cruz fala sobre verba do CT Waldomiro Silva: “Ainda não existe uma definição”

João Victor foi formado nas categorias de base do Santa Cruz e tinha contrato com o clube até 2021, quando foi emprestado ao Vitória em agosto de 2019, com opção de compra no fim do ano. Posteriormente, o tricolor renovou o contrato do jogador até o final de 2022 e o rubro-negro baiano sinalizou que gostaria de efetuar a compra, efetivando a negociação em dezembro de 2019. O Santa permaneceu com 50% dos direitos do jogador.

Ao assumir o comando do clube, no início deste ano, a diretoria eleita para o biênio 2021/2022 se apresentou aos seus credores. Segundo André Frutuoso, vice-presidente coral, no final de março ele conversou pessoalmente com Paulo Carneiro, presidente do Vitória, que acertou pagar outra parcela até o dia 30 de abril. Mas não houve pagamento e o Santa Cruz busca uma forma de receber estes valores.

"Por enquanto não há nenhuma sinalização concreta do Vitória sobre a data desse pagamento. O Santa Cruz, infelizmente, não tem condições de ficar à espera com a maior benevolência do mundo porque o clube precisa de receita e precisar acelerar seus créditos no mercado. Nós ajuízamos uma medida contra o Vitória no CNRD e estamos até avaliando ir à Justiça comum, entrar com alguma medida para impedir alguma transferência sobre o atleta. É uma medida mais gravosa, mas se infelizmente o Vitória não se posicionar, a gente vai ter que fazer a defesa do interesse do Santa Cruz de qualquer maneira", explicou Frutuoso, em entrevista à repórter Lílian Fonsêca, da Rádio Jornal.

A ação na Justiça comum teria o objetivo de impossibilitar o Vitória de fazer qualquer operação de negociação de João Victor. A opção está em pauta, mas ainda não foi ajuízada.

Ainda de acordo com o vice-presidente do Santa Cruz, o valor de R$ 700 mil faltante era para pagamento no ano de 2020, agora gira em torno de R$ 1 milhão. "O valor da operação foi 800 mil reais e o Vitória pagou apenas 100 mil, então existe um crédito de 700 mil. Obviamente que esse valor era para pagamento no ano de 2020. Estamos em meados de 2021, esse crédito gira em torno de mais de R$ 1 milhão que o Santa Cruz tem a receber do Vitória", afirmou.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias