Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Adversários do Náutico na Série B: os tradicionais de Campinas e Goiás

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 27/05/2021 às 11:26
Goiás busca o acesso. Foto: Rosiron Rodrigues/ Goiás
Goiás busca o acesso. Foto: Rosiron Rodrigues/ Goiás
Leitura:

Ponte Preta, Guarani, Goiás e Vila Nova. Quatro clubes tradicionais do futebol brasileiro e que serão adversários do Náutico na Série B de 2021, que tem o rótulo de maior Segunda Divisão da história. Quatro times considerados 'chatos', sobretudo atuando como mandantes. Rivais que podem entrar no caminho do Timbu diretamente na luta pelo acesso à Série A, principal objetivo do Alvirrubro da temporada 2021 - última vez que o Náutico esteve na Primeira Divisão foi em 2013.

LEIA MAIS

> Confira a tabela do 1º turno da Série B do Campeonato Brasileiro

> Com ambição de subir, Náutico foca atenções na ‘maior Série B de todos os tempos’ 

> Adversários do Náutico na Série B: as três maiores pedreiras

> Adversários do Náutico na Série B: o sempre forte “bloco do Sul”

Campeão brasileiro tem 1978, o Guarani quer voltar para a Série A após mais de dez anos longe da elite do futebol brasileiro. A última vez em que disputou a Primeirona foi em 2010, ano em que foi rebaixado. E para tentar esse acesso, o Bugre apostou num velho conhecido do futebol pernambucano: o técnico Daniel Paulista, que treinou o Sport recentemente, além de ter atuado no Rubro-Negro e no Náutico. No elenco, o Guarani conta com jogadores conhecidos, vide os meias Andrigo e Régis, e também o atacante Matheus Davó. Na atual temporada, o Bugre chegou nas quartas do Campeonato Paulista em 2021 e não disputou a Copa do Brasil.

Assim como o Guarani, quem também quer voltar à elite do futebol brasileiro é a Ponte Preta, que não disputa a Série A desde 2017. E o Alvinegro vive um momento de indefinição às vésperas da estreia na Segundona. Isso porque, ao menos até a publicação desta matéria, a Ponte não tem um técnico acertado para comandar a equipe na Série B. Com relação ao elenco, o Alvinegro tem jogadores experientes no time, vide os meias Camilo e Renatinho. Na atual temporada, a Ponte Preta não foi para o mata-mata do Campeonato Paulista, foi vice do Troféu do Interior, e caiu na segunda fase da Copa do Brasil.

GOIANOS

Rebaixado em 2020, o Goiás entra na Série B buscando o bate volta. Para comandar o time na tentativa do acesso, o clube apostou no técnico Pintado e num elenco com jogadores conhecidos, vide o lateral-direito Apodi, o zagueiro David Duarte, o goleiro Tadeu e o atacante Alef Manga. Na temporada 2021, o Goiás teve duas eliminações precoces: caiu nas quartas de final do Campeonato Goiano e também na primeira fase da Copa do Brasil.

Recém promovido à Série B, o Vila Nova entra, ao menos inicialmente, buscando se manter na Segunda Divisão. E quem vai comandar a equipe é o técnico Wagner Lopes que comanda o time desde o início da temporada. Sobre o elenco, o time conta com jogadores experientes, vide o zagueiro Rafael Donato, o meia Arthur Rezende o atacante Henán. No Campeonato Goiano, o Vila perdeu nos pênaltis para o Grêmio Anápolis e ficou com o vice. Já na Copa do Brasil o clube segue vivo e enfrenta o Bahia na próxima semana.

RAIO-X

GUARANI FUTEBOL CLUBE

Fundação: 2 de abril de 1911

Principais títulos: Campeonato Brasileiro da Série A (1978) e Série B (1981)

Time-base: Rafael Martins; Pablo Diogo, Thales, Airton e Eliel da Silva; Rodrigo Andrade e Bruno Silva; Matheus Souza, Andrigo e Júlio César; Matheus Davó

Técnico: Daniel Paulista

Destaques: Andrigo e Matheus Davó

Desempenho em 2021: quartas de final do Campeonato Paulista; não disputou Copa do Brasil

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PONTE PRETA

Fundação: 11 de agosto de 1900

Principais títulos: Campeonato Paulista do Interior (6x) e Campeonato Paulista Série A2 (1x)

Time-base: Ygor Vinhas, Felipe Felippi, Ruan, Luizão e Yuri; Dawhan e Vinícius Locatelli; Moisés, Camilo e Renatinho; Paulo Sérgio

Técnico: Sem treinador até aqui; Fábio Moreno é o interino

Destaques: Camilo e Renatinho

Desempenho na temporada 2021: eliminado da fase de grupos do Campeonato Paulista, vice do Troféu do Interior, e caiu na segunda fase da Copa do Brasil

GOIÁS ESPORTE CLUBE

Fundação: 6 de abril de 1943

Principais títulos: Campeonato Brasileiro da Série B (2x) e 28 estaduais

Time-base: Tadeu; Ivan (Apodi), David Duarte, Reynaldo e Hugo; Caio Vinícius, Breno, Élvis e Diego; Vinícius Lopes e Alef Manga.

Técnico: Pintado

Destaques: Alef Manga e Tadeu

Desempenho na temporada 2021: quartas de final do Campeonato Goiano e primeira fase da Copa do Brasil

VILA NOVA FUTEBOL CLUBE

Fundação: 29 de julho de 1943

Principais títulos: Campeonato Brasileiro Série C (3x) e 15 estaduais

Time-base: Georgemy; Celsinho, Rafael Donato, Saimon e Willian Formiga; Dudu, Pedro Bambu, Arthur Rezende e João Pedro; Henan e Kelvin

Técnico: Wagner Lopes

Destaques: Arthur Rezende e Henan

Desempenho na temporada 2021: vice-campeão goiano e está na terceira fase da Copa do Brasil, onde enfrenta o Bahia

Últimas notícias