Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Em duelo de campeões estaduais, Náutico inicia caminhada na Série B diante do CSA, nos Aflitos

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 28/05/2021 às 6:06
Náutico encerrou a temporada passada contra o mesmo CSA pela Série B. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Náutico encerrou a temporada passada contra o mesmo CSA pela Série B. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Vai rolar a bola Série B do Campeonato Brasileiro. Na rodada de estreia, o Náutico encara o CSA, nesta sexta-feira (28), às 21h30, nos Aflitos, em um confronto marcado por colocar frente a frente os campeões estaduais de Pernambuco e Alagoas. O jogo marca o início da trajetória alvirrubra na Segundona, em busca de fazer uma competição melhor do que em 2020, e entrar forte na briga em busca do acesso para à elite do futebol nacional - competição que não disputa desde 2013.A Série B, inclusive, tem sido vista como a maior de todos os tempos devido a participação de cinco campeões nacionais, além de clubes tradicionais do futebol brasileiro.

Antes mesmo da bola rolar, aconteceu uma polêmica nos bastidores. Isso porque o local do duelo chegou a ser alterado para a Arena de Pernambuco a pedido da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), alegando que o Timbu não havia apresentado os laudos necessários da vigilância sanitária para o funcionamento dos Aflitos. No entanto, o clube alvirrubro negou, indicando ainda uma possível retaliação da FPF, e conseguiu reverter a situação, mantendo o jogo no seu estádio.

LEIA MAIS:

>> Veja os dias, horários e locais dos jogos do Náutico na Série B do Campeonato Brasileiro

>> Confira o elenco do Náutico que vai começar a Série B

>> Confira as fotos dos novos uniformes do Náutico para a temporada

>> Adversários do Náutico na Série B: o sempre forte “bloco do Sul”

O jogo de estreia marca também o reencontro entre o Timbu e o Azulão, que se enfrentaram na última rodada da Série B, em 2020, quando o CSA brigava para subir. Na ocasião, o Náutico endureceu o jogo, que terminou empatado, sem acesso para os alagoanos. Posteriormente, o adversário desta sexta fez uma proposta por Kevyn, que era titular absoluto na lateral esquerda. O atleta então ingressou na Justiça do Trabalho e conseguiu uma rescisão de contrato. Desde então, o defensor e o clube alvirrubro travam uma batalha judicial. Para Hélio dos Anjos, esses dois motivos arrefeceram ainda mais o reencontro desta noite.

"Já virou clássico regional, de muita rivalidade e aumentou ainda mais depois daquela última rodada da Série B, porque o Náutico fez um jogo da maneira que tinha que fazer. Tentou vencer o CSA de todas as formas, independente do que poderia acontecer. Logo em seguida, coincidentemente, após termos dificultado ao máximo a vida deles, houve a assinatura de contrato de Kevyn com um problema judicial, com um suporte de contrato do CSA. Isso não quer dizer que vai ser transferido para dentro de campo, mas é importante frisar que é o primeiro adversário em casa e vamos querer ganhar por tudo isso. O CSA também vai querer ganhar da gente. Por isso, vejo um jogo bastante acirrado por causa desses pequenos episódios", avaliou.

Com um time entrosado após o título do Campeonato Pernambucano, a tendência é que o Náutico repita a mesma escalação da final contra o Sport, com a exceção do volante Rhaldney, que é dúvida para a partida devido à dores nas costas. Caso não reúna condições ideais, o técnico pode optar pela entrada do volante Marciel, que substituiu o prata da casa no segundo tempo do jogo passado. No mais, a equipe é a mesma, com esperança de mais uma boa atuação do trio ofensivo composto por Erick, Vinicius e Kieza.

ADVERSÁRIO

Campeão alagoano, o CSA deve vir ao Recife com alguns desfalques importantes. Isso porque o volante Geovane vai cumprir suspensão, enquanto os meias Gabriel (ex-Sport e Flamengo) e Bruno Mota (ex-Náutico) se recuperam de desgaste físico. Além deles, o centroavante Dellatorre, principal destaque ofensivo do Azulão na temporada, também não vai jogar, uma vez que ainda se recupera de lesão.

FICHA DO JOGO

Náutico: Alex Alves, Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Djavan, Marciel e Jean Carlos; Erick, Vinícius e Kieza. Esquema: 4-3-3 Técnico: Hélio dos Anjos

CSA: Thiago Rodrigues; Norberto, Lucao, Matheus Felipe, Victor Costa; Gabriel Tonini, Silas e Nadson; Aylon, Marco Túlio e Iury. Esquema: 4-3-3. Técnico: Bruno Pivetti

Local: Aflitos

Horário: 21h30

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade - (BA)

Árbitros assistentes: Paulo de Tarso Bregalda Gussenn e Daniella Coutinho Pinto - (ambos da BA)

 

Últimas notícias