Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Com temporada tumultuada, Santa Cruz encara a Série C como "salvação do ano"

Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 29/05/2021 às 7:08
  Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

CAROLINA FONSÊCA E MARCOS LEANDRO

O Santa Cruz inicia neste domingo (30) sua quarta participação consecutiva na Série C do Campeonato Brasileiro, a oitava na história. Ano passado a equipe coral teve o melhor desempenho da primeira fase e se classificou em primeiro lugar, com 37 pontos, seis a mais que o Remo, segundo colocado. Mas na segunda fase esse rendimento despencou e o Santa bateu na trave. Terminou em terceiro lugar do quadrangular, amargando mais um ano longe das principais divisões do futebol brasileiro.

É justamente a Terceira Divisão que virou a salvação do Santa Cruz na temporada. O tricolor teve até agora um ano bastante tumultuado, dentro e fora de campo. Os corais já estão no terceiro técnico, segundo executivo de futebol e já contratou um caminhão de jogadores: 27. Muitos já foram embora do clube, após os maus resultados até agora.

LEIA MAIS

> Condicionamento físico e reforços: os 20 dias de preparação do Santa Cruz para estreia na Série C

> CBF anuncia aporte financeiro para clubes das Séries C e D do Campeonato Brasileiro

> Morre Seu Renato, motorista do Expresso Coral, o ônibus do Santa Cruz

O Santa Cruz fez a pior campanha entre os 16 participantes da Copa do Nordeste, vencendo apenas uma partida e perdendo sete. O desempenho pífio causou a demissão do técnico João Brigatti, que definitivamente não acertou a mão do time.

A saída de Brigatti ocorreu às vésperas do jogo contra o Cianorte-PR, pela segunda fase da Copa do Brasil. Com o auxiliar Roberto de Jesus no comando, o tricolor jogou ainda pior e foi eliminado, deixando de ganhar importante quantia financeira, além de não avançar à terceira etapa da competição nacional de grande visibilidade.

Foi então que o clube fechou com Alexandre Gallo. O desastre foi maior. Logo de cara, no clássico contra o Náutico, o treinador barrou o melhor jogador do time, o meia Chiquinho. Deu errado e o Santa perdeu o jogo. Gallo ficou ainda à frente do clube em mais duas partidas, um empate insosso em 0x0 com o Salgueiro e derrota por 2x0 para o então lanterna do Campeonato Pernambucano, Sete de Setembro, no Arruda.

Foi o estopim para o próprio treinador pedir demissão no dia seguinte, após apenas 12 dias no clube. Mais: deu uma entrevista criticando muito a parte estrutural do Santa Cruz, gerando um grande mal-estar com o presidente Joaquim Bezerra.

Na reta final do Estadual, o Santa contratou Bolívar, que comandou o clube até a semifinal, quando o tricolor foi eliminado pelo Náutico. Era hora de reformular o elenco e Bolívar fez isso ao lado do executivo Fabiano Melo, que foi contratado após Nei Pandolfo trocar o Arruda pela Ilha do Retiro. Foram seis reforços contratados até agora e a esperança que esse novo Santa possa ter sucesso na Série C.

A estreia será contra o Manaus, time comandando pelo técnico Marcelo Martelotte, que no ano passado comandou o time desde a 6ª rodada da competição, até o final. Além do Manaus, o Santa, que está no Grupo A, enfrentará o Floresta-CE, Ferroviário-CE, Jacuipense-BA, Volta Redonda-RJ, Paysandu, Altos-PI, Tombense-MG e Botafogo-PB, em jogos de ida e volta. No Grupo B, a Série C tem Botafogo-SP, Criciúma, Figueirense, Ituano, Mirassol, Novorizontino-SP, Oeste, Paraná, São José e Ypiranga-RS.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias