Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Com multa de R$ 100 mil, Santa Cruz aciona Alexandre Gallo na Justiça

Blog do Torcedor
Blog do Torcedor
Publicado em 04/06/2021 às 13:06
Alexandre Gallo comandou o Tricolor em apenas três partidas. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Alexandre Gallo comandou o Tricolor em apenas três partidas. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Por Túlio Feitosa 

Por mais curta que tenha sido a passagem de Alexandre Gallo no Santa Cruz, a novela entre o ex-técnico com o clube ainda está longe de acabar. Isso porque o departamento jurídico Tricolor moveu uma ação contra o treinador que cobra R$100 mil pela quebra de contrato de forma precoce.

“A ação foi feita no dia de 24 de maio, cobrando a multa pelo abandono precipitado fora do prazo previsto do contrato… A multa cobra R$100 mil e pode ter incidência de juros, correção, honorário. Isso pode fazer o valor aumentar um pouco”, explicou o vice-presidente jurídico do Santa Cruz, André Frutuoso. A notificação, agora, irá depender da Justiça de São Paulo, onde mora o treinador.

Em contato com a reportagem do Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, o técnico Alexandre Gallo afirmou não ter sido notificado pela Justiça sobre a ação. “Não estou sabendo de nada”, pontuou. Alexandre Gallo esteve à frente do Santa Cruz em apenas 12 dias de trabalho. Na semana passada, o treinador alegou que esperava receber os dias trabalhados para fazer o acerto de contas com o clube.

Com o elenco ainda em reconstrução, o técnico não conseguiu acumular bons resultados no Campeonato Pernambucano ao perder para o Náutico e Sete de Setembro, além do empate diante do Salgueiro, dentro de casa. O treinador saiu do clube após fazer um pronunciamento e afirmar falta de condições de trabalho no Santa Cruz.

Leia Mais

>> Santa Cruz chega a 29 contratações na temporada; veja um raio-x de cada reforço

>> Jordan promete Santa Cruz “mais ligado” em campo no segundo jogo da Série C

>> “Se não há acordo, temos que ir para Justiça”, diz presidente do Santa Cruz sobre ações na CNRD

De acordo com o vice-presidente do clube Tricolor, a ação não foi motivada por um desentendimento pessoal com o ex-técnico da Cobra Coral. Segundo ele, o processo vem motivado a um realinhamento do departamento jurídico do Santa Cruz, para cobrar quem deve ao clube.

“ Não tem nada pessoal contra o Gallo, nada personalizado à pessoa dele. Tanto é que não foi feito apenas com o Gallo. Processamos o Cruzeiro, o Vitória-BA, estamos acelerando o processo do São José-RS, referente a Keno… Então é dentro de um contexto macro em que a gente tem um realinhamento do jurídico do clube para que ele seja mais proativo e aguerrido em relação aos créditos que o Santa Cruz tem a receber no mercado”, completou André Frutuoso.

SANTA ACIONA O CNRD

O Santa Cruz acionou Cruzeiro, Vitória e São José-RS na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) por não ter recebido o que é de direito. A cobrança é referente às vendas do atacante Raniel, do zagueiro João Victor e do atacante Keno, respectivamente. Somando os valores cobrados, o Tricolor do Arruda tem que receber R$ 5.190.000 milhões. Desse montante, a maior fatia é a de Raniel, de R$ 3,9 milhões, junto ao time mineiro. Logo atrás vem João Victor, de R$ 700 mil, e Keno, de R$ 590 mil.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias