Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Equilíbrio ofensivo e defensivo do Náutico agrada Hélio dos Anjos

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 07/06/2021 às 23:40
Para Hélio, virtude do Náutico contra o Vitória foi o equilíbrio. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Para Hélio, virtude do Náutico contra o Vitória foi o equilíbrio. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O Náutico anotou sua segunda vitória na Série B do Campeonato Brasileiro e chegou aos seis pontos, ocupando o segundo lugar na classificação. O triunfo da segunda rodada foi sobre o Vitória e a partida aconteceu no estádio Barradão, em Salvador. Longe da casa dos alvirrubros. Sobre o desempenho do seu time em campo, o técnico Hélio dos Anjos destacou o equilíbrio da equipe.

A vitória veio com placar de 1x0, com gol marcado por Jean Carlos. Assim como foi contra o CSA, na estreia da competição - também 1x0 e gol marcado por Jean. Analisando o jogo contra o Vitória, Hélio disse que viu como a grande virtude do Náutico o equilíbrio e detalhou o porquê.

LEIA MAIS 

>> Náutico derrota o Vitória na segunda rodada da Série B do Brasileirão

>> Erick destaca Náutico impondo ritmo de jogo tanto dentro quanto fora de casa

>> Em um intervalo curto na Série B, sequência de jogos do Náutico preocupa o técnico Hélio dos Anjos

"Nós tivemos um primeiro tempo com mais posse de bola que o adversário, jogando, criando chances. Fizemos um gol com dois minutos do segundo tempo e aí veio o equilíbrio defensivo. Ficamos menos com a bola, mas acima de tudo tivemos consistência defensiva, um ponto de marcação bem atuante", analisou.

O treinador também pontuou sobre a eficácia das substituições que fez. Ainda no primeiro tempo, Djavan saiu, com dores musculares, e Matheus Trindade entrou. Para o segundo tempo, Hélio acionou Marciel na vaga de Rhaldney, Luiz Henrique no lugar de Jean Carlos e Paiva e Vargas nas vagas de Kieza e Vinícius, respectivamente.

Na visão do treinador,  o resultado das mudanças foi um time mais compacto. "As próprias substituições surtiram efeito, no sentido de um time mais compacto, mais agressivo na marcação. Eu acho que o equilíbrio que a equipe teve, em um jogo fora de casa, difícil, foi essa consistência que a equipe teve tanto ofensivamente quanto defensivamente", completou.

O Náutico volta a jogar na próxima sexta-feira (11), dessa vez contra o Guarani, pela terceira rodada da Série B, novamente fora de casa. A partida será às 21h30, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

 

 

Últimas notícias