Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Náutico derrota o Vitória na segunda rodada da Série B do Brasileirão

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 07/06/2021 às 22:03
Gol do Náutico foi marcado por Jean Carlos no triunfo contra o Vitória. Foto: Pietro Carpi/ECV
Gol do Náutico foi marcado por Jean Carlos no triunfo contra o Vitória. Foto: Pietro Carpi/ECV
Leitura:

Dois jogos e duas vitórias. Esse é o resumo do Náutico no início da Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira (7), jogando fora de Pernambuco pela primeira vez na temporada, os alvirrubros derrotaram o Vitória, no estádio Manoel Barradas, em Salvador, pelo placar de 1x0, com gol de Jean Carlos.

Assim como foi contra o CSA, o Náutico garantiu três pontos com um placar magro e gol marcado por Jean Carlos, e segue fazendo o mais importante: somar pontos. Com seis pontos, o alvirrubro chegou ao segundo lugar na classificação, atrás apenas do Brusque.

LEIA MAIS 

>> Em um intervalo curto na Série B, sequência de jogos do Náutico preocupa o técnico Hélio dos Anjos

>> Comissão reabre prazo para renegociação de débitos de clubes

>> Com foco em ‘projeto longo’, Hélio dos Anjos ressalta importância de renovação com o Náutico

O próximo compromisso do Timbu é novamente fora de casa. Pela 3ª rodada, na próxima sexta-feira (11), o adversário é o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

O jogo

Jogando fora de Pernambuco pela primeira vez na temporada, o Náutico viu seu futebol ser colocado à prova. Dentro dos domínios pernambucanos, o Timbu foi quase imbatível -  terminando o estadual com o título e apenas uma derrota na conta. Depois de estrear na Série B com vitória por 1x0 sobre o CSA, era a hora de provar que não é um time caseiro.

No primeiro tempo do duelo contra o Vitória, os alvirrubros tiveram dificuldade. A equipe baiana tinha um contra-ataque com mais velocidade e, embora o Náutico tivesse um pouco mais de posse de bola e tentasse impor o jogo, os rubro-negros marcavam bem e eram mais perigosos no contra-ataque, finalizando mais.

Em contrapartida, o Timbu pressionava bem quando perdia a bola, tentando encontrar o espaço ideal para finalizar. Por questão de detalhes, Vitória e Náutico terminaram o primeiro tempo no empate sem gols.

De volta para o segundo tempo, os alvirrubros acertaram esse detalhe logo no primeiro minuto do jogo. Pela direita, Jean Carlos tentou fazer um cruzamento, só que a bola passou por todo mundo e acabou entrando no gol, abrindo o placar no estádio Manoel Barradas, em Salvador.

Com o gol do Náutico logo no começo do segundo tempo, a postura das equipes se inverteu. O Vitória pressionava mais na marcação e conseguiu ter mais posse de bola, tentando manter o jogo no seu campo de ataque. Pelo lado alvirrubro, o Timbu tentava aproveitar os contra-ataques para aumentar a vantagem e ter um pouco mais tranquilidade em campo. O segundo tempo seguiu com o Vitória finalizando bem mais que o Náutico, mas nenhuma das equipes conseguiu balançar as redes novamente e a partida terminou com triunfo alvirrubro fora de casa.

Ficha do jogo:

Vitória: Ronaldo, Raul Prata, Marcelo Alves, Wallace e Roberto; Gabriel Bispo, Fernando Neto e Soares; Guilherme Santos, David e Samuel. Técnico: Rodrigo Chagas

Náutico: Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Djavan (Matheus Trindade), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos (Luiz Henrique); Erick, Kieza (Paiva) e Vinícius (Vargas). Técnico: Hélio dos Anjos

Local: Barradão.

Horário: 20h.

Árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR).

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (ambos de PR).

Gols: Jean Carlos (Náutico), 1 minuto do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rhaldney (Náutico); Wagner Leonardo (Náutico); Marcelo Alves (Vitória); Pablo Siles (Vitória); Kieza (Náutico).

Últimas notícias