Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

História

Em 1938, Alemanha e Inglaterra já fizeram a saudação nazista em campo. Em 2021, na Eurocopa, se ajoelham contra o racismo. Entenda

No século passado, as duas seleções se enfrentaram num amistoso ainda sob o impacto da Guerra Mundial, hoje, Alemanha e Inglaterra se juntam para combater o preconceito.

Marcelo Cavalcante
Marcelo Cavalcante
Publicado em 29/06/2021 às 16:31
Notícia
REPRODUÇÃO/ TWITTER INGLATERRA
Inglaterra venceu a Alemanha por 2x0. - FOTO: REPRODUÇÃO/ TWITTER INGLATERRA
Leitura:

Inglaterra e Alemanha sempre renderam grandes jogos seja em amistosos, Copa do Mundo ou Eurocopa. Em 1966, as suas seleções decidiram a Copa do Mundo. Uma partida que até hoje causa polêmica, mesmo já tendo ocorrido há quase 55 anos. Os ingleses venceram por 4x2 e ficaram com a taça. Mas os alemães se queixam até hoje do gol terceiro gol da Inglaterra, marcado por Hurst. A bola teria ou não ultrapassado a linha? "Ah, como fez falta o VAR". Poderia ter dito algum torcedor alemão.

Voltando ainda mais na linha do tempo, Inglaterra e Alemanha também protagonizaram outros episódios que ultrapassam o gramado. Em 1938, as duas seleções se enfrentaram em um amistoso em que se respirava o oxigênio nazista. Hoje, pela Eurocopa, um novo duelo. Nível técnico elevado, assim como espírito de paz entre os atletas. Antes de a bola rolar, as duas equipes fizeram um ato de repúdio ao racismo. Sinais dos tempo. E muita emoção.

Em 1938, mais de 100 mil torcedores entraram no estádio Olímpico de Berlim para assistir ao amistoso. Algo surreal o encontro de alemães e ingleses naquele momento, já que os dois países ainda viviam o impacto da 1ª Guerra Mundial. A Inglaterra buscava uma relação amena com a Alemanha de Hittler, que apreciava esportes, sobretudo futebol, como um elemento para fortalecer o seu domínio das massas. Os ingleses não pensaram duas vezes em topar a partida, mesmo os dois países estando prestes a se confrontarem numa guerra.

E antes da bola rolar, lá estava a seleção inglesa perfilada e fazendo a saudação nazista. Ao final da partida, a Inglaterra venceu mais por 6x3. Mesmo precisando de um momento de paz contra o nazismo de Hittler, os ingleses precisavam da vitória para mostrar que a supremacia no esporte. E como a Alemanha não se importou tanto em perder para os pais do futebol, ficou tudo numa boa.

O cronometro da vida foi girando. Alemanha e Inglaterra se enfrentaram muitas e muitas vezes. Inclusive, fizeram a final de uma Copa do Mundo já citada no texto. Mas podemos considerar que o duelo da tarde desta terça-feira, dia 26 de junho, foi marcante. A Eurocopa vem sendo marcada por atos para coibir o racismo no esporte. Os atletas ficam de joelho, levantam o punho cerrado. Fazem silêncio. É uma cena linda. Um ato para o mundo. Para a humanidade.

Para tocar o coração de quem ainda não vê nossas mazelas. Ou finge que não vê. Na partida da tarde hoje, ingleses e alemães também se ajoelharam em silêncio. De forma natural, sem imposição. O coração fala que todos somos iguais no mundo. Independente das nossas cores e das nossas crenças. Quando a bola rolou, os ingleses venceram novamente: 2x0. Garantiram a vaga para a próxima fase da Eurocopa. A Alemanha se despediu da competição. Mas, no final das contas, o mundo ganhou: um belo espetáculo de futebol e civilidade. Amor ao próximo.

JUSTIN TALLIS / POOL / AFP
Sterling fez um dos gols da partida. - JUSTIN TALLIS / POOL / AFP

JUSTIN TALLIS/AFP
Sterling é um dos principais jogadores da Inglaterra - FOTO:JUSTIN TALLIS/AFP

Comentários

Últimas notícias