Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Luto

Ídolo do Bayern e da seleção alemã, Gerd Müller morre aos 75 anos

Gerd Müller marcou o gol que deu a vitória para a seleção da Alemanha Ocidental contra a Holanda, na final da Copa do Mundo de 1974

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 15/08/2021 às 10:22
Notícia
REPRODUÇÃO/TWITTER @FCBayern
Gerd Müller morreu aos 75 anos - FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER @FCBayern
Leitura:

O ex-atacante Gerd Müller, ídolo do Bayern de Munique e da seleção da Alemanha, faleceu neste domingo (15). A informação foi divulgado pelo clube bávaro. Müller tinha 75 anos e sofria de Alzheimer.

"Hoje é um dia triste e sombrio para o Bayern e todos os seus fãs. Gerd Müller foi o maior atacante de todos os tempos e uma grande personalidade do futebol mundial. Estamos unidos em triste profunda, junto de sua esposa Uschi e sua família", declarou o presidente do clube, Herbert Hainer, em comunicado oficial.

Apelidado de "Der Bomber" (O bombardeiro), Gerd Müller é um dos maiores artilheiros da história da Copa do Mundo, com 14 gols. Ele anotou 68 em 62 jogos pela seleção alemã, ao longo de oito anos. Foi campeão da Eurocopa de 1972 e do Mundial de 1974.

Pelo Bayern de Munique foram 566 gols em 607 partidas oficiais, entre 1964 e 1979. Ele é até hoje o maior artilheiro da história da Bundesliga, com 365 gols, sendo o máximo goleador do campeonato nacional em sete oportunidades.

Conquistou a liga em 1968/69, 1971/72, 1972/73, e 1973/74. Foi tricampeão europeu, entre 1974 e 1976, e venceu o Mundial disputado contra o Cruzeiro.

“A notícia da morte de Gerd Müller entristece profundamente a todos nós. Ele é uma das maiores lendas da história do Bayern, seus feitos são incomparáveis até hoje e farão parte da grande história do FC Bayern e de todo o futebol alemão para sempre. Como jogador e como pessoa, Gerd Müller representa o FC Bayern e o seu desenvolvimento como um dos maiores clubes do mundo como nenhum outro. Gerd estará para sempre em nossos corações", afirmou o CEO do Bayern, Oliver Kahn.

Comentários

Últimas notícias