Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

BOA VITÓRIA

Em início de novo ciclo, seleção feminina bate Argentina em amistoso em Campina Grande

Ainda tentando esquecer a dura queda nas quartas de final da Olimpíada de Tóquio, o time comandado por Pia Sundhage venceu a Argentina por 3x1 no Amigão

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 17/09/2021 às 18:39
Notícia
Fots: Talita Gouvêa / CBF
Brasil venceu a Argentina em amistoso realizado em Campina Grande - FOTO: Fots: Talita Gouvêa / CBF
Leitura:

ESTADÃO CONTEÚDO

A seleção brasileira feminina de futebol iniciou seu novo ciclo com vitória em clássico. Ainda tentando esquecer a dura queda nas quartas de final da Olimpíada de Tóquio, o time comandado por Pia Sundhage venceu a Argentina por 3x1, nesta sexta-feira (17), em amistoso disputado no estádio Governador Ernani Sátiro, o Amigão, em Campina Grande (PB).

Apostando em estreantes e dando chances para diversas jogadoras, a treinadora sueca começou nesta sexta um novo ciclo na equipe, de olho na Copa do Mundo de 2023 e na Olimpíada de Paris, no ano seguinte. A seleção fez boa atuação, principalmente no segundo tempo, diante das arquibancadas sem torcedores, mas com cerca de 400 convidados.

Técnica da Seleção Feminina, Pia Sundhage agradece carinho dos brasileiros

Buscando renovar a seleção, Pia escalou a equipe com sete mudanças em comparação ao time titular que foi eliminado nas quartas de final da Olimpíada de Tóquio, no fim de julho. A treinadora trocou até a goleira pernambucana Barbara, criticada pelas atuações abaixo do esperado no Japão. Pia deu chance à goleira Letícia Izidoro e à lateral Bruninha, convocada pela primeira vez para a seleção principal. A outra pernambucana, Duda, foi titular.

O JOGO

Diante de tantas mudanças, a falta de entrosamento no primeiro tempo não surpreendeu. Mesmo assim, as brasileiras dominaram as ações na etapa, com postura mais ofensiva do que as argentinas. O ataque, liderado por Marta, cercava a área das visitantes, mas tinha pouca efetividade.

Até que, aos 37, Ludmila e Debinha resolveram. A primeira invadiu a área pela direita, deixou a marcação para trás e deu passe para a segunda mandar para as redes. O gol desencantou o setor ofensivo brasileiro. O segundo quase veio aos 41, com Ludmila. E, no minuto seguinte, Duda mandou para as redes, mas a arbitragem anulou o lance por marcar falta do ataque brasileiro

Mais confiante, a seleção voltou melhor para o segundo tempo. Pia colocou em campo Geyse, a estreante Katrine e Nycole, na vaga de Marta. E foi justamente a substituta da craque do time que anotou o segundo gol brasileiro. Aos 4, Nycole aproveitou passe de Bruninha, entrou na área e bateu na saída da goleira Correa.

A vantagem aumentou dez minutos depois. Após cobrança de falta de Debinha na área, Érika escorou e cruzou rasteiro para Angelina completar para o gol vazio. Foi o primeiro gol da jogadora com a camisa da seleção. Com a boa vantagem no placar, Pia arriscou mais e deu chances a Ary Borges e a Thaís, outra estreante.

O jogo era tão favorável que a goleira Letícia Izidoro fez sua primeira defesa do amistoso apenas aos 27 minutos. Mas, um minuto depois, acabou sofrendo o gol, depois de bela jogada de Bonsegundo. Nada que colocasse em risco a vitória brasileira.

A reta final da partida foi marcada pelo cansaço, em razão do forte calor, e da falta de organização das duas equipes, mais bagunçadas em comparação ao primeiro tempo. Aos 41, o Brasil ainda teve chance de transformar a vitória em goleada, quando Nycola acertou o travessão.

A seleção volta a campo para novo amistoso com a Argentina na segunda-feira, mais uma vez na Paraíba, mas no estádio Almeidão, na capital João Pessoa.

FICHA DO JOGO

BRASIL - Letícia Izidoro; Bruninha, Antônia, Érika, Tamires (Katrine); Duda (Thaís), Angelina, Kerolin (Victória Albuquerque), Debinha (Ary Borges); Marta (Nycole) e Ludmila (Geyse). Técnica: Pia Sundhage.

ARGENTINA - Vanina Correa; Julieta Cruz, Agustina Barroso, Eliana Stábile, Aldana Cometti; Romina Núñez, Yamila Rodríguez (Érica Lonigro), Florencia Bonsegundo, Vanina Preininger (Daiana Falfán); Clarisa Huber (Fabiana Vallejos) e Mariana Larroquette (Marianela Szymanowski). Técnico: Germán Portanova.

GOLS - Debinha, aos 37 minutos do primeiro tempo. Nycole, aos 4, Angelina, aos 14, e Bonsegundo, aos 28 minutos do segundo tempo

CARTÃO AMARELO - Duda.

ÁRBITRA - Deborah Cecília Cruz Correia (Fifa-PE).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Governador Ernani Sátiro, o Amigão, em Campina Grande (PB).

Comentários

Últimas notícias