Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

TÊNIS

Australian Open: Barty se emociona e celebra tabu quebrado em casa; confira

Ashleigh Barty quebrou um tabu de quatro décadas ao vencer o torneio

Estadão Conteúdo Túlio Feitosa
Estadão Conteúdo
Túlio Feitosa
Publicado em 29/01/2022 às 11:21
AFP
Barty é a atual número um do mundo - FOTO: AFP
Leitura:

O título do Australian Open - o Aberto da Austrália - conquistado por Ashleigh Barty neste sábado (29) teve um significado especial tanto para ela quanto para os torcedores australianos, não à toa a número 1 do mundo destacou o orgulho que tem por sua nacionalidade ao celebrar a conquista.

A emoção foi grande pois o torneio não era vencido por uma tenista da casa desde 1978, quando Chris O’Neil foi a campeã.

"Eu acho que, como australiana, a parte mais importante deste torneio é ser capaz de compartilhar isso com tanta gente. Vocês da torcida foram simplesmente excepcionais. É um sonho se tornando realidade para mim e eu me sinto muito orgulhosa de ser australiana. Vejo vocês na próxima, pessoal", disse a atleta de 25 anos ao fim da partida.

>> Australian Open: finalista é multado em R$ 64 mil por momento de fúria na semifinal

Barty conquistou o título ao vencer a norte-americana Danielle Collins por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/2). Em quadra, encontrou uma adversária dedicada, que deu muito trabalho e chegou a abrir 5 a 1 no segundo set, antes da virada australiana.

Apesar da frustração pela derrota, Collins exaltou o grande desempenho e o momento vivido pela algoz.

"Tem sido incrível ver ela (Barty) escalar o ranking até atingir o número 1, vivendo o seu sonho. Eu realmente te admiro pela jogadora que você é, pela variedade do seu jogo. Espero que eu possa implementar um pouco disso no meu também", afirmou a norte-americana.

>> Australian Open: saiba dia, hora e onde assistir ao vivo a final Nadal x Medvedev

>> Australian Open: Entenda por que Rafael Nadal pensou em parar antes de ir para a Austrália

O respeito demonstrado pela adversária é uma consequência da bela trajetória que vem sendo traçada por Ashleigh Barty nos últimos anos. Campeã de Roland Garros em 2019 e de Wimbledon no ano passado, ela somou o terceiro título de Grand Slam da carreira ao vencer o Aberto da Austrália neste sábado, sucesso que fez questão de dividir com sua equipe.

"Começamos desde o início, a segunda parte de nossa carreira, fizemos tudo juntos, ninguém mudou, foi incrível. Eu amo vocês até a morte, vocês são absolutamente os melhores da área e eu não tenho como agradecer o suficiente pelo tempo e amor que depositaram em mim", agradeceu Barty.

Comentários

Últimas notícias