20
ago

No sufoco, Pirates supera Vitória e respira na Superliga Nacional

20 / ago
Publicado por Haim Ferreira às 22:17

rodada 4

Em jogo bastante parelho, o Recife Pirates venceu o Vitória F.A por 21×20, na tarde deste sábado (20), no campo da UFRPE, pela quarta rodada da Conferência Nordeste da Superliga Nacional. Com o resultado, os pernambucanos retornaram ao grupo de acesso aos playoffs, enquanto os baianos permanecem na lanterna sem nenhuma vitória.

LEIA TAMBÉM:
Veja como ficou a classificação da Conferência Nordeste
Espectros e TRex são quem mais marcam touchdowns na Superliga
Bulls deve jogar na Arena das Dunas caso passe aos playoffs

Os touchdowns dos donos da casa foram marcados por Raynner, Túlius Mota e Sanchez Holder. O kicker Douglas Soares acertou todos os extra-points. Pelo lado rubro-negro, anotaram Diego Fiaes (duas vezes) e Fábio Luis, enquanto o kicker Victor Liger acertou dois XP.

Na próxima rodada, o Pirates irá até Fortaleza, onde medirá forças contra o Ceará Caçadores, dia 25 de setembro. Já o Vitória só entra em campo no dia 4, também contra o Caçadores.

Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown
Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown

Apesar da derrota, o runningback do Diego Fiaes foi o nome do jogo. Com quase 90% do jogo do time baiano sendo corrido, principalmente por conta da lesão do seu quarterback titular, o jogador foi o principal nome do time baiano na partida. Os resultados acabaram se refletindo no placar. Dois dos três touchdowns marcados pela equipe rubro-negra entraram na conta de Diego.

Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown
Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown

Foi um jogo em que os erros das duas equipes se equipararam. Conseguimos estabelecer o nosso jogo corrido, mas houve alguns erros. No final, não podíamos ter errado algumas chamadas e perdemos o jogo.

Armando Chaves, coordenador defensivo do Vitória F.A

O calendário do campeonato acabou nos prejudicando um pouco, pois tivemos jogos durante quatro semanas consecutivas. Isso nos desgastou muito, mas o time soube se sobressair e vencer. Foram três touchdowns bem dinâmicos, correndo, passando e numa pic-six. Fiquei satisfeito.

Rodrigo Azevedo, coordenador ofensivo do Recife Pirates

O campo da UFRPE mostrou-se uma solução bastante viável para o futebol americano no Recife. Apesar da distância – principal crítica da torcida -, e pequenos desníveis no campo, o local reúne condições aceitáveis para receber a bola oval na capital pernambucana. A estrutura de arquibancada, com capacidade para suportar cerca de 500 pessoas, as opções de estacionamento e espaço suficiente para a instalação de praça de alimentação são outros pontos favoráveis.

Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown
Foto: Haim Ferreira/Blog Touchdown


Veja também